Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Salvador’

Pois é! O Carnaval de 2014 em Salvador, além dos já conhecidos blocos e Trios Elétricos, veio recheado de músicas e danças com coreografias inovadoras!

Credito: digaicomunicacao

Credito: digaicomunicacao

Todos os anos tem uma música que é a preferida da “galera” e este ano a mais badalada é a do cantor Psirico: Lepo Lepo,  hit do Carnaval 2014!!

Foi objeto até de uma análise crítica social, do Tico Santa Cruz, vocalista do grupo Detonautas. Veja aqui na íntegra a reflexão do rapaz, publicada aqui (http://www.aredacao.com.br):

Eu já não sei o que fazer-Duro, pé rapado com o salário atrasado.
(ANÁLISE: Realidade social de milhares de brasileiros – fora os desempregados )


Já não tenho mais para onde correr – Já fui despejado e o banco levou o meu carro.”
(Análise: entrou em financiamentos acreditando que conseguiria melhorar a vida e infelizmente não conseguiu pagar suas contas – perdeu o pouco que tinha – Realidade social de milhares de brasileiros)

Agora vou conversar com ela, será que ela vai me querer?
Agora vou se é verdade – Se é dinheiro ou e amor ou cumplicidade?
(Análise: diante do panorama atual onde as pessoas não valem o que são, mas apenas o que tem. Saber se uma mulher está com você por dinheiro ou por amor é algo muito importante. Enquanto 99% da música brasileira está em seu momento de ostentação – essa música coloca em questão os valores da sociedade. O que vale mais o amor ou os bens materiais? )

Não tenho carro, não tenho teto e se ficar comigo é porque gosta.
(Análise: Verdade total. Nos dias de hoje, quem ficaria com um sem teto? Apenas outro sem teto. Negligenciado pelo Governo. Não ter carro então… Vai usar ônibus, trem ou metrô – ou seja, apenas quem ama muito uma pessoa e capaz de encarar todos estes problemas sociais e manter o relacionamento – AMOR VERDADEIRO)

“RÁ LEPO LEPO LEPO LEPO” É A ÚNICA COISA QUE O CIDADÃO TEM.
Ou seja… de tanto tomar Lepo Lepo do Governo, só restou Lepo Lepar a parceira para manter o relacionamento.

Confessem, nós fomos preconceituosos.

A música retrata a realidade do Povo.
Então isso explica também uma necessidade URGENTE do Controle de Natalidade e planejamento familiar no Brasil, porque a quem nao restou nada… só o Lepo Lepo pode trazer alguma alegria e lepo lepo sem prevenção – cria mais crianças e mais crianças sem os cuidados que merecem do Governo, podem se tornar cidadãos com muitas dificuldades sociais e o ciclo não termina nunca.

Essa é minha lepo lepo tese.”

E você o que acha da música do Lepo Lepo?

O fato é que a música está fazendo o maior sucesso no Carnaval e tem até aula de dança  para aprender  a coreografia.

Que tal aprender como se dança o Lepo Lepo?!

vocalista do Detonautas, Tico Santa Cruz
vocalista do Detonautas, Tico Santa Cruz

Read Full Post »

A Bahia tem de tudo um pouco! Este post é uma homenagem aos feirantes baianos, em especial aos do Mercado de Itapuã, que se dedicam a fazer “arte” com os legumes, frutas e temperos da nossa terrinha. Além de contribuir com a saborosa culinária! Venha conhecer  mais um pouquinho da  Bahia!

Um agradecimento especial a querida amiga Beatriz Leal, que gentilmente compartilhou as belas fotos da feira, no Mercado de Itapuã.

Foto: Beatriz Leal.

Quem já visitou o Mercado Modelo conhece um pouco da cultura artesanal baiana e agora vai se encantar com os responsáveis pela deliciosa culinária da terra da Gabriela, da Tiêta e da Dona Flor!

Quem já viu caruru e vatapá sem camarão seco? Vem que tem!

Foto Beatriz Leal.

Um pouco de história – Relatos indicam que São Cosme e São Damião nasceram na Arábia, no século III, de pais ricos e cristãos. Estudaram medicina na Síria, exercendo a profissão na Egéia e Ásia Menor, sem receber nenhum pagamento. Aliado aos conhecimentos médicos, também usavam a palavra de Deus para curar os doentes, divulgando, assim, a fé cristã e convertendo os pagãos. O fato despertou a ira do imperador romano Diocleciano, que os mandou prender.  Mesmo forçados a renunciar à sua fé, os dois se mantiveram fiéis, por isso foram mortos.(bahia.com.br) E um item que não pode faltar: o famoso  azeite de dendê! Ingrediente essencial no vatapá, no caruru e na farofa. “O dendezeiro (Elaeais guineensis Jaquim) é uma palmeira originária da costa oriental da África (Golfo da Guiné), sendo encontrada em povoamentos subespontâneos desde o Senegal até Angola. . O óleo originário desta palmeira, o azeite de dendê, consumido há mais de 5.000 anos, foi introduzido no continente americano a partir do século XV, coincidindo com o início do tráfico de escravos entre a África e o Brasil.”(ceplac.gov.br)

Foto: Beatriz Leal.

Essa é a “esquentada” pimenta! Tem pimenta de tudo quanto é tipo: Malagueta e outras tantas presentes na nossa culinária.

Foto: Beatriz Leal.

Você sabia? “As pimentas são benéficas para o organismo porque possuem atividades antimicrobiana, anti-inflamatória, anticancerígena, melhoram a digestão, diminuem os níveis de colesterol e, por ter efeito termogênico, ou seja, acelerar o metabolismo, ajudam a emagrecer. Mas nem todas as pimentas trazem esta lista de vantagens. Para colher tais benefícios é preciso que a pimenta seja do gênero Capsicum. Estas também protegem o sistema cardiovascular e os dentes.” (minhavida.com.br)

Foto: Beatriz Leal.

“As principais pimentas do gênero Capsicum produzidas no Brasil são: jalapeño, pimenta de cheiro, pimenta de bode, cumari-do-Pará, malagueta, dedo-de-moça, murupi, biquinho e cambuci ou chapéu de frade. A quantidade de capsaicinoides de cada uma destas pimentas varia de acordo com a ardência dos frutos, quanto mais picante, maior a quantidade do princípio ativo. São ricas em vitamina C que aumenta as defesas do organismo, ajudando na prevenção e no combate de infecções como a  gripe. Ela também age como um antioxidante, neutralizando os radicais livres instáveis que podem causar danos ao organismo e o  envelhecimento. Além disso, esta vitamina fornece resistência aos ossos e dentes e facilita a absorção de ferro no organismo.” (minhavida.com.br)

Pimentas em conserva engarrafada – você pode ver a forma de colocar as pimentinhas… pura arte!

Foto: Beatriz Leal.

Pimenta de todas as cores e formatos! Vai lá que tem!

Foto: Beatriz Leal.

Castanha de caju torrada. Quem resiste? Quando vou lá compro um saco!

Foto: Beatriz Leal.

Bebidas variadas, aguardentes, licor,  mel,… de tudo se encontra lá!

Foto: Beatriz Leal.

Você encontra também todo tipo de folhas para chás, para temperar as iguarias e para reza (tirar olhado em criança, olho gordo, e muito mais, o “Seu Zé” da barraca garante!

Foto: Beatriz Leal.

Foto: Beatriz Leal.

Abóboras para fazer doce ou para o “cozido” (prato de origem portuguesa com verduras, legumes, carnes e pirão). Delicioso! Aqui também tem!

Foto: Beatriz Leal.

Foto: Beatriz Leal.

Mamão, bananas e uma variedade de frutas tropicais. Tem também o aipim, que serve para fazer bolos, comer frito ou cozido (com uma manteiga de garrafa, hummm!

Foto: Beatriz Leal.

Jaca

Foto: Beatriz Leal.

Milho para preparar a canjica ou para assar na brasa. Como já diziam desde o “achamento do Brasil”:  nesta terra, se plantando tudo dá! E dá mesmo!!

Foto: Beatriz Leal.

No Mercado de Itapuã, assim como na Feira de São Joaquim, você pode encontrar uma variedade de utensílios domésticos como tábua de madeira,   bucha natural e utensílios de barro, entre outras coisas.

Foto: Beatriz Leal.

“A bucha é uma planta cujo nome científico é Luffa cylindrica, é nativa de regiões tropicais. Pode ser cultivada para usos medicinais e algumas variedades chegam a atingir 1,2 metro. Ela é da família das cucurbitáceas, mesma do pepino e da melancia e é uma trepadeira que gosta, durante seu cultivo, de muita luz solar. Uma característica importante da bucha é o seu fornecimento de esponja fibrosa, que é muito útil na higiene pessoal e limpeza geral.

Dica: Se você cultivá-la em sua casa, basta retirar a sua casca e sementes, molhá-la com água e deixá-la secar por um tempo. Após isso, você estará pronto pra lavar a louça.

Vantagens:  não riscar a louça, é mais barata, rende mais (pode ser cortada em pedaços), muito mais higiênica, já que demora mais para desenvolver fungos e bactérias e tem descontaminação muito simples e prática (basta ferver em água). Usando a bucha, você também incentiva os pequenos agricultores que produzem a planta e preserva  o uso dos materiais plásticos para usos mais nobres do que um objeto contaminante, de curtíssima vida útil. É biodegradável e não deixa resíduos na sua degradação. (ecycle.com.br)

Foto: Beatriz Leal.

Os utensílios de barro, por sua versatilidade e praticidade,  servem para várias finalidades: decoração, uso doméstico, oferenda aos santos e o que  mais você imaginar. A panela de barro retém a temperatura do cozimento e o sabor dos alimentos. Fica a dica!

São utilizados para servir a feijoada e a moqueca. E o sabor é de dar água na boca!

Foto: Beatriz Leal.

Foto: Beatriz Leal.

Foto: Beatriz Leal.

Os cestos de palha são ótimos para acomodar  revistas, potinhos, vasos de flores e outras tranqueiras que ficam espalhadas pela casa.

1535510_610246735717824_995003788_n

Foto: Beatriz Leal.

E esses porta-moedas! O porquinho da “grana”! É uma tradição ter um mealheiro de barro em casa. As crianças gostam de guardar moedas no cofrinho e de tirá-las lá de dentro (só quebrando o potinho), rsrs.

Foto: Beatriz Leal.

“A invenção de usar o porquinho como  cofre (designado vulgarmente como porquinho-mealheiro) é atribuída ao engenheiro francês Sebastian la Pestre, no século XVII. Por esta versão, Pestre teria calculado que em dez anos uma porca pode produzir seis milhões de filhotes e concluiu que este animal representaria bem a ideia de economizar.”  (Wikipédia)

Se você “vasculhar” o mercado, com certeza  encontrará  alguma coisa que lhe interesse e  levará de lembrancinha, da Bahia! Velas, incensos…

Foto: Beatriz Leal.

Foto: Beatriz Leal.

Que tal uma esteira de palha? Um abanador, uma colher de pau, chapéu de palha ou um balaio?!

Foto: Beatriz Leal.

.

Flores

Foto: Beatriz Leal.

Foto: Beatriz Leal.

.

Endereço provisório: Travessa Xangô, 1-49, Salvador, BA, 41630-570

Próximo a Av. Dorival Caymmi, Itapuã.

Provisório porque em breve será inaugurado o novo Mercado de Itapuã, promessa do prefeito, como parte da requalificação da orla de Itapuã. Veja o vídeo (http://itapuacity.com.br)

Vem que a Bahia e o Ginapsi tem muito mais!!! Até breve!

Read Full Post »

Continuando com a série de post sobre as praias do Litoral Norte da Bahia vamos conhecer  mais algumas pérolas.

Subaúma

A praia de Subaúma  tem uma localização privilegiada, entre Costa do Sauípe e Sítio do Conde, no trecho do litoral norte denominado Linha Verde, município de Entre Rios. Está  a cerca de 100km de Salvador e a  8 km da Linha Verde, por estrada asfaltada. Possui praias protegidas por recifes, formando uma grande quantidade de piscinas naturais.

Foto: .praias-bahia.com

Foto: .praias-bahia.com

Um dos principais atrativos é a caminhada pela praia em direção  ao farol, além do passeio até a belíssima Lagoa Verde situada entre as dunas e o mar (uns chamam de Lagoa Azul). Faz sentido, nessa foto tirada  pelo pessoal do blog  AventurasEco. Belíssima!

Lagoa Azul - Foto: AventurasEco

Lagoa Azul – Foto: AventurasEco

A foz do Rio Subaúma, à esquerda do povoado, com suas águas doces e mansas misturando-se às águas salgadas do oceano e convidando ao banho, também forma uma paisagem arrebatadora.

O passeio para Massarandupió, rústica aldeia de pescadores, com praias desertas e selvagens em meio a muitas dunas , é praticamente imperdível.

A praia, utilizada pelas tartarugas marinhas para a desova, possui uma área destinada à prática do naturalismo. Veja aqui.

(Fonte: George G. Loureiro (Seeder Editora)

Praia de Barra de Subaúma
O local é completamente urbanizado, com barracas de praia, restaurantes e pousadas. Os banhos de mar e de rio são favoráveis nesse trecho, que também é um excelente pesqueiro de robalo, pescada, canapum, vermelho e bagre. Os mergulhadores também se esbaldam com a grande ocorrência de lagosta em seus arrecifes.

Praia do Porto de Sauípe
As ondas fortes tornam o banho perigoso para quem não conhece a geografia do lugar. Por toda a faixa costeira há uma grande concentração de bares, restaurantes e pousadas. A presença de mulheres, que trançam artesanato em palha de piaçava, é uma marca registrada do local.

Praia de Baixio (Esplanada)
A entrada é margeada por uma lagoa, que encanta pela quantidade de pássaros, principalmente garças, que a freqüentam. É uma vila graciosa e bem cuidada por seus moradores. Baixio, praia excelente para pesca e banho, fica a 8 Km da cidade, contando com razoável infra-estrutura.
(Fonte: bahia .com.br)

No próximo post tem mais.

Read Full Post »

Salvador da Bahia, terra da magia, cores e ritmos! E agora uma das sedes da Copa do Mundo de Futebol!!!!

A “terra da mistura” está se preparando para receber visitantes de todos os continentes, com muito agito, muitas cores e aquele jeitinho carinhoso típico do baiano!

E o que a Bahia tem? Venha ver um “bocadinho”  aqui no Ginapsi!!

Praia e mar, aqui tem muito! Beach and sea here has a lot!

Baía de Todos os Santos

Baía de Todos os Santos. All Saints Bay.
(Foto: skyscrapercity)

Corredor da Vitória - Salvador

Corredor da Vitória – Salvador (Foto: skyscrapercity)

Taipus de Fora - Litoral Norte.

Taipus de Fora – Litoral Norte. Taipus Out, North Bahia Coast.

Belezas da cidade. Beauties of the city.

Farol da Barra

Por do Sol no Farol da Barra, ao fundo a Ilha de Itaparica. Sunset at Farol da Barra, in the background the island of Itaparica. (Foto: skyscrapercity)

Farol da Barra - Barra Lighthouse

Farol da Barra – Barra Lighthouse (Foto: skyscrapercity).

Museus – Museums

Museu Carlos Costa Pinto

Museu Carlos Costa Pinto

Solar do Unhão.

Solar do Unhão (Foto: skyscrapercity).

Marina

Marina

Marina, na  Cidade Baixa  (Foto: skyscrapercity).

Marina - Salvador/Bahia.

Marina – Salvador/Bahia (Foto: skyscrapercity).

Marina

Marina (Foto: skyscrapercity)

Centro Histórico

Pelourinho

Pelourinho (Pillory) – Foto Gina Moraes.

Praças

Praça Castro Alves. Foto Gina Moraes.

Praça Castro Alves. Foto Gina Moraes.

Caboclo na Praça Dois de Julho (Campo Grande) - Foto viversalvador.

Caboclo na Praça Dois de Julho (Campo Grande) – Foto viversalvador.

No tabuleiro da baiana tem!Que tal saborear o famoso acarajé?

Acarajé (Wikipedia)

Acarajé da baiana (Wikipedia)

Igrejas

Cidade de Salvador

Igreja do Bonfim – Salvador

Mais atrações:

Igreja do Bonfim

Lagoa do Abaeté – Itapuã

Dique do Tororó

Dique do Tororó

Forte de São Marcelo

Forte  São Marcelo

Farol de Itapuã

Farol de Itapuã

E muito mais!

Contagem regressiva para a Copa do Mundo 2014!!!

Itaipava Arena Fonte Nova (Foto: Wikipedia)

Itaipava Arena Fonte Nova (Foto: Wikipedia)

Vem pra cá você também!

Read Full Post »

Ano vai, ano vêm… e nós aqui “viajando”!

2013 foi um ano cheio de ótimas surpresas! Atravessei outra vez o Oceano Atlântico rumo a Europa! Destino: Áustria.

Foto by Gina Moraes.

Rever  Viena é sempre um sonho!Passear no Palácio de Schönbrunn (o castelo da Sissi), na  Catedral de Santo Estêvão (Stephansdom)  símbolo da cidade de Viena e outras tantas atrações que essa cidade oferece , não tem preço! Veja nesse link .

Foto by Gina Moraes.

Palácio de Schönbrunn, Viena.

Foto by Gina Moraes.

Ópera de Viena.

Imagine um bate e volta de Viena até Bratislava , na Eslováquia! Foi o que eu fiz nessa nova viagem. Veja aqui .

Bratislava

Castelo de Bratislava e ponte sobre o rio Danúbio (wikimedia).

Foto by Gina Moraes.

Palácio de Grassalkovich ou Palácio Presidencial, Bratislava.

Porta de São Miguel  (Michalská brána) - Bratislava.

Porta de São Miguel (Michalská brána) – Bratislava.

Bratislava by Gina Moraes

Outra  surpesa maravilhosa: bate e volta  de Viena até Mosonmagyarovár, na Hungria! Já ouviu falar? Veja Aqui.

Foto by Gina Moraes.

DSC00146 By Gina Moraes.

E a surpresa maior… uma viagem inesperada para conhecer Veneza e seus canais! Quem resiste? Coração acelerado de emoção!!! Você pode ver aqui.

Foto by Gina Moraes.

Ponte de Rialto

Veneza - Foto: Gina Moraes.

Praça de São Marcos

Veneza - Foto:Gina Moraes.

Veneza - Foto: Gina Moraes.

Grande Canal

Para saber mais sobre  Veneza clique aqui.

O ano de 2013 está terminando e vou ficando por aqui, com essa linda paisagem da minha terrinha!

Imagem 21

Farol da Barra

Você já foi a Bahia? Não, então venha que será muito bem acolhido! Em 2014 tem muito mais no Ginapsi. Aguarde!

Read Full Post »

Você já foi a Bahia? Não? Então vá!

Olha que linda essa apresentação da Bahia, em francês!

Quem não conhece vai ficar “doidinho” para conhecer essa terra da magia e muito axé!

http://www.youtube.com/watch_popup?v=AXRZwNTSais&feature=player_popout#t=22s

Read Full Post »

Imbassaí não  é mais uma das praias do Litoral Norte!!! É um paraíso tropical!

Na língua tupi, o nome significa “caminho do rio” ou “caminho das águas”. Imbassaí possui muitos caminhos de água doce que escorrem em cascatas e corredeiras, correm paralelo às dunas, até encontrar o mar.

praia imbassaí

Praia Imbassaí

Praia  Imbassai

Praia Imbassai

Os seis quilômetros de praia são margeados por dunas elevadas e, por trás delas, corre paralelo o rio Imbassaí, oferecendo um banho de água doce e calma. Outro local bastante agradável para se tomar um banho de água doce é a lagoa Jauara.

praia imbassai

Praia Imbassai

Situada  na APA – Área de Proteção Ambiental – da Linha Verde, Imbassaí fica a  63 km de Salvador, apenas 13 km adiante de Praia do Forte, e reúne atrativos para quem busca o turismo ecológico.

Praia Imbassaí

Praia Imbassaí

Imbassaí despertou para o turismo ecológico recentemente, a partir da inauguração da Linha Verde. Desde então, o primitivo lugarejo começou a ser preparado com infraestrutura hoteleira e de serviços, ganhando a cada dia novos equipamentos, inclusive de grande porte, como hotéis de lazer e resort, ainda em construção. As pousadas, bares e restaurantes se espalham numa área de 3 km2  entre cajueiros, coqueiral e a mata. As barracas se espalham na faixa de areia entre a praia e o rio, oferecendo bebidas geladas e tira-gostos de peixe frito e mariscos, além do tradicional acarajé nos tabuleiros das baianas.

O acesso às praias só é possível para pedestres, pois os rios que as margeiam formam uma barreira natural para veículos, o que aumenta a tranquilidade dos visitantes.

Fonte:  George G. Loureiro.

Como chegar:

Sair de Salvador, pela Avenida Luís Viana Filho, mais conhecida como Avenida Paralela, e seguir pela Estrada do Coco, BA-099, por 14 Km, a contar do Km 0 do Aeroporto, até a via parafuso/pedágio. Após o pedágio são mais 63 Km até Imbassaí.

A empresa de ônibus Expresso Alagoinhas (71) 3450-3474/4004 faz o percurso para Praia do Forte e Imbassaí, seguindo até a Vila. A Expresso Linha Verde (71) 3450-0321 oferece roteiros para a Cachoeira do Itahim, passando apenas na entrada de algumas praias. Ambas as empresas saem do Terminal Rodoviário de Salvador.

Imbassaí

Imbassaí

Praia de Santo Antônio:
A praia é paradisíaca, isolada por extensas dunas e coqueirais. Para chegar ao local, o visitante deve percorrer 5km a partir da Vila de Diogo, e depois enfrentar mais 25 minutos de caminhada em meio às dunas. Neste ponto, descortina-se um povoado bem pitoresco, que circula a Praia de Santo Antônio. Artigos confeccionados com palha de coqueiros movimentam a economia local, e podem ser encontrados para a venda.

Praia de Diogo:
Situada a apenas 6,5km de Imbassaí, na linha verde, Diogo é uma pequena vila onde agricultores e pescadores convivem em plena harmonia com a natureza. O artesanato tem seu lugar de destaque, graças à piaçava da região e a perícia das mulheres da aldeia, que desenvolvem um trabalho realmente muito bonito. A praia apresenta as mesmas características das demais na região, com coqueiros, dunas e areias extensas.

Foto: reservaimbassai

Foto: reservaimbassai

Cachoeira Dona Zilda :

Na Fazenda Santo Antônio, as águas cristalinas do Rio Imbassaí Pequeno formam um conjunto de corredeiras e pequena queda d´água, proporcionando banhos deliciosos em meio a uma vegetação de coqueiros, cajueiros, árvores nativas da restinga e áreas de pastagem.

O local dispõe de estacionamento para veículos. É cobrada uma pequena taxa para manutenção e limpeza.

Dicas: caso o acesso esteja fechado, entrar em contato com os donos que moram em frente à entrada da propriedade.

Como chegar: fica no km 10 da rodovia BA-099, sentido norte. A entrada, à esquerda, é bem em frente ao acesso para Imbassaí. A estrada, de terra e em boas condições, leva ao povoado de Barro Branco. A entrada para a cachoeira fica a 800 m do asfalto.

(Fonte: guiadolitoral)

No próximo post tem mais!

Read Full Post »

Older Posts »