Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Parque’

Deixando um pouco as férias na Bahia e voltando às férias no Canadá … o que fazer durante o inverno? Temperaturas negativas, parques cobertos de neve, ficar em casa o dia todo ninguém aguenta e as crianças muito menos!

Imagine um lugar onde você pode levar seus filhos para brincar, lanchar, enquanto você faz compras e pode se divertir também… Esse lugar chama-se Woodbine Centre, em Etobicoke, Ontário, Canadá.

Um Parque Temático  com muitas atrações e muitas lojinhas para  compras, enquanto a criançada se diverte.  Com espaço inclusive para festinha de aniversário!

Esse espaço está sempre aberto e é uma ótima opção de lazer, tanto para quem está visitando a cidade, quanto para quem mora lá e quer um lugar para diversão dos filhos durante o longo inverno.

Onde fica: 500 Rexdale Blvd,  noroeste da Hwy 27  com Rexdale Blvd, Etobicoke, ON – Canadá.

Está localizado dentro do centro comercial,  no segundo piso do Woodbine Shopping Mall.

Como chegar:

TTC: Tome Bloor-Danforth Linha Oeste a Islington Station e apanhe o autocarro 37A. Este pára  fora do Centro Comercial Woodbine.

ATRAÇÕES/PASSEIOS:

Bumper Boats – Barquinhos

Smash ‘n’ Dash bumper cars – “Choque de carrinhos”

The Carousel – Carrossel

Ferris Wheel – Roda Gigante

Fantasy Flight  –  Vôo

Fantasy Fair Express

Spinners

Air Force

Ships Ahoy  – navios

Com tantas opções quem resiste?  Até o adulto quer ser criança outra vez ! rsrsrs.

O restante fica para o próximo post…

Read Full Post »

Durante minha estadia em Toronto resolvi pesquisar na internet lugares que ainda não tinha visitado. Dei uma olhadinha no mapa e  encontrei um parque muito interessante, apesar de não estar na lista dos pontos turísticos mais visitados.

O Allan Gardens é delimitado pela  Jarvis Street  a Oeste,  Sherbourne Street a Leste,  Carlton Street  ao Norte e  Gerrard Street East ao Sul, no Toronto Garden District.

Para chegar lá de metrô  desci  na Estação da College/Northbound, ou poderia ter escolhido  a linha do  TTC    Yonge-University-Spadina.

Fonte: Google Map

Segui pela College Street e depois pela Carlton.

Passei pelo Edifícil  ” Toronto Hydro”  e segui até o parque.

Fundado em 1858,  o Allan Gardens é um dos parques mais antigos da cidade e sua entrada é free! O famoso  Oscar Wilde esteve nesse espaço dando uma palestra, em maio de 1882.

O parque conta com uma estufa (jardim de inverno) , um playground e duas áreas exclusivas para cães se exercitarem, brincarem, …  Isso é  Toronto!

Em Toronto os animais  tem seu espaço e  muitos adeptos, que lutam pelos  seus direitos como  o grupo Toronto Freedom for Animals (Liberdade para os Animais). Acho isso muito bom. Gostaria que no Brasil e em outras partes do mundo as pessoas deixassem de maltrarar os animais e  prendê-los em cativeiro (micos, passarinhos, araras, etc.).

No centro do parque tem um Conservatório de vidro com plantas tropicais  de várias partes do mundo, dentro de cinco estufas: orquídeas, bromélias,  crisântemos e cactus  podem ser vistos nas mostras sazonais.

A Estátua de Leda e o Cisne no Jardim, no  Allan Gardens.

Fonte: Wikipedia

A Roda d’água

Fonte: Wikipedia

O  novo conservatório em estilo vitoriano construído em 1910, conhecido como Palm House,  foi projetado pelo arquiteto Robert McCallum.

O projeto de construção do parque  enfatiza o uso da simetria, repetição e contraste.

O parque foi inaugurado pelo Príncipe de Gales, futuro rei Edward VII, em 11 de setembro de 1860. Posteriormente  o Parque foi renomeado para “Allan Gardens” quando George Allan morreu em 1901.

O parque é o lar de três variedades de esquilo, o cinzento, o preto, e, exclusivo para este parque, o esquilo vermelho de cauda preta.

Abriga também muitos pombos! E uma estátua de Robert Burns – “filho favorito da Escócia”, o poeta nacional da Escócia.

A maioria das  árvores do parque tem mais de 100 anos de idade. Entre elas encontramos sugar  maple, carvalho vermelho (red oak), cereja preta (black cherry), faia ameriana ( American beech) e sassafrás.

Em torno do jardim  tem mais preciosidades: igrejas em estilo gótico. No próximo post.

Read Full Post »

A Casa Loma, em estilo  gótico Revival, foi construída entre 1911-1914. Tem 5 hectares de jardins e a visita com auto-guia dura em média 2 horas.

Apesar das escadas, as pessoas com  dificuldade de locomoção podem utilizar  o  elevador  operado por  funcionários.

Os jardins da Casa Loma estão do lado do restaurante, próximo a  escarpa. Além de uma fonte,  há várias esculturas .

Por que retornar à Casa Loma…  Primeiro,  fazia muito tempo desde a última visita e gosto de visitar castelos, sem contar que com máquina  digital  as fotos têm outra qualidade, não é mesmo?

Essa mansão tem nada menos que 98 cômodos  decorados com requinte e foi a maior  residência da América do Norte, naquela época.

Foi aberta ao público como atração turística, em 1937.

Outra curiosidade da Casa Loma – a casa tinha 59 telefones e, naquela época, o operador de linhas de telefones do castelo completava mais ligações que toda a cidade de Toronto. A comunicação com os empregados era feita através dos telefones, o que justifica a quantidade de ligações. (Fonte: Wikipedia)

Jardim Secreto

Depois de uma boa caminhada para chegar  na Casa Loma e subir os degraus  da torre, um jardim para descançar  e ficar admirando a arquitetura desse lindo castelo não é nada mal.

As suítes são ricamente  decoradas com obras de arte de diversas partes do mundo.

O mobiliário e objetos de decoração são originais, transportando o visitante para um cenário real do início do século passado.

Próximo à Casa Loma está o Sir Winston Churchill Park, com quadra de tênis, uma ravina, bosques, área para piquenique e parquinho para as crianças.

Hora da despedida, ainda  tem muitas atrações  nos próximos posts.

Até breve.

Read Full Post »