Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Ontário’

Depois de muitas emoções nas férias e mudanças no trabalho,  o post sobre as “lavandas” finalmente saiu!

Fazenda de Lavanda

Fazenda de Lavanda

Em Portugal são  conhecidas popularmente como alfazemas, termo de origem árabe. São plantas do gênero Lavandula, da família Lamiaceae.

Lavandas

Lavanda

Tive a surpresa e a sorte de conhecer uma fazenda de lavanda no Canadá,  sul de Ontário, nas planícies arenosas de Norfolk County . Existem várias fazendinhas na região e percorremos 138 km desde Toronto para conhecer uma delas. Foi um presente da minha filhota!

Fazenda de Lavandas

Fazenda de Lavandas

Bonnieheath  Lavender Farm, está localizada no 410 Concession 12 Townsend, Waterford, ON N0E 1Y0, Canadá.

O local é bem acolhedor e fomos recebidos com música! Era o Lavender Fest!

Coreto

Coreto

A fazenda dispõe de uma loja de vinhos, boutique, coreto (onde estavam os músicos) e uma variedade de produtos feitos com a lavanda, além de um passeio de trator pela fazenda sentindo de perto o perfume das flores. O dono da fazenda foi explicando aos visitantes a história do lugar.

Passeio de trator

Passeio de trator

Produtos, à venda, encontrados na boutique:

Óleos, sabonetes, sais de banho, loções, sachês, ervas, sugar, geleias, velas, vinhos e muito mais.

DSC06451 (640x480) - Cópia

DSC06452 (640x480) - Cópia

Boutique

Boutique

Impossível não levar pelo menos uma lembrancinha!Tenho mais um pratinho na parede: com lavandas, claro! E os biscoitinhos? Delícia! A turma aqui de casa aprovou.

DSC06457 (640x480) - Cópia

Vinhos

Vinhos

O horário para visita depende do período do ano. Em julho/agosto: terça a domingo, das 11:00 às 18:00 hs. No outono abrem de sextas-feiras a domingos, das 11:00 às 18:00 hs. É bom consultar o site antes de planejar a visita.

Mais fotos da fazendinha de lavanda:

DSC06458 (640x480) - Cópia

DSC06459 (640x480) - Cópia

DSC06460 (640x480) - Cópia

???????????????????????????????

DSC06467 (640x480) - Cópia

Parreiras

Parreira

 

DSC06523 (640x480) - Cópia

DSC06532 (640x480) - Cópia

DSC06538 (480x640) - Cópia

DSC06539 (640x480) - Cópia

Até o próximo post!!!

 

Read Full Post »

Quem ainda não desejou conhecer as famosas Cataratas do Niágara? A cena do Super Homem salvando a criança em  queda livre é inesquecível! Um tanto quanto demorada, já que a altura é de apenas 50 metros. Mas o que importa é a belíssima obra da natureza!

A cidade fica a  128 km de Toronto (1 hora e 35 minutos), seguir pela 407 W e  Queen Elizabeth Way (rota com pedágio).

A Horseshoe Falls, a  “Ferradura”, é a atração turística mais visitada de Niagara Falls City, Ontário.

Rainbow Bridge –  uma das pontes que liga Canadá  aos Estados Unidos.

Os barcos seguem até quase desaparecer na névoa da cachoeira.

Ah, se não quiser ficar molhado leve um casaco ou uma muda de roupa, rsrs.

Isso porque ficamos bem perto da queda d’água.

Skylon Tower – a torre tem 3 elevadores, mede em torno de 160 metros a partir do nível da rua e 236 metros  a partir do fundo das quedas. Tem restaurantes, lojas de presentes, restaurantes fast food e salas de jogos. O restaurante giratório no alto da torre gira uma vez a cada hora.

Funicular

Planet Hollywood em Niagara –  foi uma cadeia de restaurantes temáticos inspirados no sucesso popular de astros de Hollywood.

Foto: Wikipédia

Em frente ao Planeta Hollywood estava o carro de Bonnie e Clyde, aquele casal famoso das telinhas… e claro, euzinha  fui logo tirar retrato!rs

Logo pela manhã uma névoa cobria a cidade, mas com o passar das horas o Sol brilhou e as cataratas também.

Visita ao parque dos dinossauros. Com direito a mostrar a língua pra esse cara que atravessou na hora da foto, rsrs.

Lojinhas de souvenirs. Que tal o chapéu de Daniel Boone! Pra quem não sabe ele foi um pioneiro e caçador que explorou as florestas ocupadas por nativos indígenas. Baseada em sua história existiu um seriado de TV, com Fess Parker  no papel principal.

Relógio Floral

Andar pela cidade e tirar fotos junto com esses personagens,  não tem preço!

            

A cidade tem casino, restaurantes e quem tiver o visto americano pode dar uma voltinha nos outlet de Búfalo e depois voltar para o lado Canadense. Para quem for seguir  para outras cidades americanas tem opções via aérea ou terrestre.

Passeio ao Jardim Botânico, imperdível!

Quando chegar nessa fonte jogue uma moedinha e faça um pedido. Eu pedi para voltar e  meu desejo foi  atendido!

Para os aventureiros que gostam de emoções fortes, que tal atravessar o Rio Niágara nessa gaiolinha?

A água deve estar “geladinha”! Onde fica?   Thompsons Point.

Pagar mico como esse também não tem preço! Estou no Guinness Book! rsrs.

Este é o Museu do Guinness.

Durante o inverno a coisa é diferente. Muito agasalho, luvas, etc. O frio e o vento gelado não impede de dar um alô ao Faraó, rsrs.

Do outro lado da ponte, os Estados Unidos.

Apesar do frio, o inverno tem seu lado bonito!

Algumas atrações não funcionam e a paisagem  adquire um lindo tapete branco.

A majestosa catarata continua encantando a todos com seu novo visual!

No próximo post mais Canadá.

Read Full Post »

Collingwood tem se concentrado em estabelecer-se como uma área turística de quatro estações. Localizada na margem sul da Georgian Bay  e  nas proximidades de Blue Mountain , um promontório  da Escarpa Niagara, a cidade tornou-se a área de lazer importante para a parte sul da província. Blue Mountain em si é o local próprio para esquiar, e também por sua Caves Scenic.

A cidade também está a uma curta distância da famosa  Wasaga Beach Provincial Park , um destino atraente, que recebeu o título de Reserva da Biosfera  em 2004.

Seguimos pela  HWY 400 até Barrie e em seguida pela 26 até Collingwood. O Google Map ajuda bastante a encontrar o melhor caminho. É só clicar em “Como chegar” , adicionar o nome da cidade de origem e de chegada, que aparecerá a rota com todas as dicas. A viagem dura em média 2 horas e 11 minutos.  Collingwood conta ainda com um aeroporto de porte médio,  4 milhas ao sul da cidade (7,4 km).

Essa antiga estação de trem hoje é um museu, que conta a história de Collingwood através de exposições, arquivos e eventos especiais.

O vagão faz parte do museu.

Walls of  Honour – Nas placas estão nomes de  veteranos da Segunda Guerra.

Murais Downtown –  murais pintados estão espalhados por toda parte, alguns de importância histórica para a cidade, como este do lançamento lateral  de um navio, pintado por John Hood e sua irmã Alexandra Hood. Descreve  a prática de lançamento de navios em Collingwood.

 

A Torre do Relógio – Town Hall, no coração da cidade. Onde funciona a prefeitura de Collingwood.

Hotel onde nos hospedamos,  bem localizado, no centro da cidade. Muito bom.

Dentro do quarto, todo equipado, itens de primeira necessidade, rsrsrs: cafeteira, micro-ondas, ferro de passar roupa, secador de cabelo, frigobar, tv, etc. Excelente  café da manhã.

Em frente ao hotel  um supermercado e um cinema. Mas nós queríamos  mesmo era conhecer a cidade e os arredores (Blue Mountain).

Terminais de Collingwood – Essa estrutura imponente simbolizava a agricultura e o transporte, em 1900. Pode ser visto a quilômetros de distância. O terminal de transporte de grãos deixou de funcionar em 1993.

Lighthouse

O farol, construído em 1855-59, é uma das estruturas mais históricas dos Grandes Lagos. Visível a partir das margens de Collingwood, a própria ilha é chamada Nottawasaga Island. Locais a chamam Ilha de Clark ou até mesmo Farol Island.

O imponente farol calcário sobe 86 pés e serve como um dos poucos lembretes do  patrimônio  marinho da cidade.  A luz serviu de porta,  como um guia para os marinheiros em torno de cardumes traiçoeiros e através  de súbitos vendavais na baía georgiana.

Mantido por 13 homens e suas famílias, mais de 124 anos de operação, a ilha é o lar de centenas de nidificação de aves migratórias.

No próximo post tem mais Collingwood.

Read Full Post »

Levamos a “Lelê” para visitar o  Ontario Science Centre – OSC.  Ele  foi escolhido por ser um local onde a criançada pode  interagir  entre si  e compartilhar várias experiências  ligadas as áreas  das ciências . A pequena “Fofia” dormiu durante toda  a visita, e  pudemos curtir várias atrações dentro e fora do prédio.

Se você gosta de  explorar, descobrir,  é curioso e gosta de investigar o “por quê”  de tudo, então  visite o  Centro de  Ciências. Fica a 15 minutos do centro de Toronto, na  770  Don Mills Road, esquina da Eglinton Avenue East.

Vamos nessa aventura!

O prédio tem vários níveis e logo na entrada você recebe um mapa com todas as informações. O museu conta com uma ala de ciência geral, natureza, astronomia, geologia e música. Tem elevadores, restaurante e um KidSpark. A criançada vai explorar  sons, movimento, construção, e muito mais.

Gosta de música? Então veja essas esculturas. Água , som,  música! Quando Lelê colocava o dedo na saída da água, saía som! Ela ficou maravilhada.

Passeamos pelos jardins  e  fontes  explorando tudo.

Esculturas na entrada do Centro de Ciências.

Monumento Geodésico – referente as medições das  latitudes.

Fui experimentar a sensação de estar dentro  de um tornado no IMAX! O Tornado Alley visto por dentro (duração 40 minutos). SENSACIONAL (a experiência …, o tornado , não! rsrs). A imagem é projetada no teto, na gigantesca tela  IMAX.

Se desejar fazer uma viagem ao espaço (Hubble, 45 minutos) ou ao fundo do mar (Under the Sea, 40 minutos), aproveite!!

Essa “engenhoca” é um termômetro.

Esse  avião antigo está no saguão próximo a bilheteria.

E tudo isso cercado de muito verde!

Na entrada tem uma linha do tempo da História da Terra.

E logo em seguida diversos meteoros.

Como chegar no OSC :

Se  você estiver no centro de Toronto pegue o metrô na Yonge Street (linha norte) em direção a Eglinton Station, peça o transfer ao condutor e depois siga de ônibus (rota 34). Veja outras opções no mapa:

Fonte: http://www.ontariosciencecentre.ca/directions/default.asp#transit

E no próximo post tem mais…

Até!

Read Full Post »

Entre as muitas atrações de Toronto sugiro uma visita a Assembéia Legislativa da província de Ontário. Está localizada no Queen’s Park.

Além das visitas guiadas  que acontecem de hora em hora  ao interior do prédio (exceto quando tem algum evento excepcional) pode-se admirar a arquitetura, passear nos jardins do Queen’s Park, além de conhecer as universidades que estão no entorno do parque. Veja mapa.

Estátua de Mac Donald (John Alexander) – foi o primeiro Primeiro Ministro do Canadá  ( de 1864 a 1873).

Vista da University Ave. (em 2000)

Em 2011. Mais prédios foram construídos na avenida.

Está localizada no coração do centro de Toronto. É de fácil acesso por transporte público, o prédio fica a poucos metros de outras atrações no centro da cidade, como o Museu Real de Ontário e a Universidade de Toronto. O prédio foi inaugurado em 1893.

Os visitantes podem assistir a uma sessão do Parlamento na Galerias Públicas dentro da Câmara.

O acesso às galerias é através da entrada sul do porão localizado à esquerda da porta principal do edifício. Acesso para deficientes das galerias está disponível.

Os visitantes podem também obter passes, gratuitamente, na entrada sul do porão localizado à esquerda da porta principal. Antes de avançar para as galerias, os visitantes devem deixar casacos e bolsas na chapelaria.

As sessões do Legislativo também são transmitidas via Tv a cabo.

Funcionamento e tours:

Inverno/Primavera/Outono:

  • As excursões são oferecidas de segunda a sexta  das 09:00 hs – 16:30 hs, a última turnê às 16:00 hs.
  • fins de semana e feriados fechado.

Verão – Weekend Victoria Day – Dia do Trabalhador:

  • As excursões são oferecidas de segunda a sexta 09:00 hs – 17:00 hs, a última turnê às  16:30 hs.
  • As excursões são oferecidas aos domingos e feriados entre as 09:00 – 16:30 hs, a última turnê às 16:00 hs.

Quando em sessão, a Casa atende de segunda a quinta-feira  09:00 – 17:45 hs.

Como chegar:

De Hwy. 401: Sair na Avenue Road (saída 367). Continue  para o Sul – siga as placas indicando 11A. Avenue Rd. torna-se o Queen’s Park Crescent sul da Bloor St.

De QEW / Gardiner Expressway: Sair na York St. Continue para o norte no Front St., vire à esquerda na avenida da universidade. Universidade Ave. leva diretamente ao Queen’s Park.

A partir da Don Valley Expressway: Siga Bloor / saída Bayview. Siga pela saída de Bloor St. Vire à direita para Bloor St. e continue a Avenida Rd. / Queen’s Park intersecção. Vire à esquerda e continue para sul. (Fonte/Site: Legislative Assembly of  Ontario)

Para acesso ao metro, pode apanhar o metro para a estação, quer Queen’s Park ou Estação Museu na secção Yonge da University Ave. – Universidade – linha de metrô Spadina.

Para rotas de superfície, escolha o bonde 506 que vai de leste para oeste ao longo Colégio Santo e passa imediatamente a sul do edifício. O  ônibus n º 5 percorre Avenue Rd. da estação do metrô Eglinton e loops na extremidade inferior de Queen’s Park Cr., do outro lado da frente do edifício.

De trem (Union Station) – A estação ferroviária está conectada ao serviço de metrô.

Foto em 2011.

Foto:  em 2000.

No interior da Assembléia Legislativa de Ontário. Recepção e Loja de lembrancinhas.

No próximo post tem mais Toronto!

Bye

Read Full Post »