Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Catedral’

Passei tão perto de Klagenfurt, quando fui de Viena para Veneza, e não sabia que podia conhecer vários países num mesmo lugar!

Sabe onde fica essa maravilha? Na Áustria, perto da fronteira com a Eslovênia e a Itália.

A cidade é conhecida como um balneário de verão. É banhada pelo lago Wörthersee e pelo Rio Glan.

Pontos turísticos que valem a pena visitar:

– o Teatro Municipal de Klagenfurt ( Stadttheater Klagenfurt);

Ringstraßem (ruas de circunvalación) e parques (o Koschatpark, o Schillerpark, o Goethepark e o Schubertpark). Todos em homenagens a poetas e compositores. O último da lista homenageia o grande compositor  Franz Schubert.

Outras visitas

· Nos arredores de Klagenfurt há diversos castelos e palácios, alguns nas orlas do Wörthersee. Alguns deles são o Schloss Ehrenbichl, o Schloss Maria-Loretto, o Schloss Tentschach e o Schloss Welzenegg.

Foto: Schloss Ehrenbichl

· Prefeitura antiga, construído ao redor de 1600 , e no que destaca o pátio interior com seus arquerías.

· Catedral de Klagenfurt , que foi protestante até  1604, quando passou a ser católica, construída de acordo com o estilo de Vorarlberg , e sendo a mais antiga desse estilo. Está consagrada a San Pedro e a San Pablo.

Foto: Landhaus Klagenfurt

· Landhaus Klagenfurt, sede do Parlamento de Carintia . Foi construído entre 1574 e 1594  com motivo da reconstrução e fortificação de Klagenfurt.

· Stadtpfarrkirche, a Igreja mais antiga de Klagenfurt, remodelada em 1659 .

Outras visitas interessantes incluem o Jardim Botânico, nas cercanias de Kreuzbergl, o Christkindlmarkt   (mercadillo de Navidad) em Alten Platz desde mediados de novembro até mediados de janeiro, o Lendkanal, canal que atravessa o centro da cidade e chega até o Wörthersee, Minimundus, um parque-museu onde há reconstruções em miniatura de monumentos de todo mundo e o City-Arkaden, um shopping.

Interior da Prefeitura

   Catedral de Klagenfurt

Museus

· Kärntner Landesmuseum (Museu de Carintia) Este museu tem diversas coleções de arqueologia, arte, história, cultura popular, botânica, zoología, geologia e de instrumentos musicais. No parque do museu há um Lapidarium.

· Museum moderner Kunst Kärnten (Museu de Arte Moderno de Carintia) Sobre uma superfície de cerca de 1.000 m² há diversas exposições sobre arte moderna, com especial importância no referente à arte moderna de Carintia, incluindo-se obras de artistas regionais e internacionais.

· Bergbaumuseum im botanischen Garten (Museu de minería, no jardim botânico) O museu centra-se no papel da minería na história de Carintia. Encontra-se no monte Kreuzbergl, a lado do jardim botânico.

· Koschatmuseum (Museu de Koschat) Thomas Koschat  foi um compositor e um poeta que fundou o primeiro quinteto da Hofoper Wien, com o que adquiriu importância internacional. No museu há um arquivo com fotografias, manuscritos e objectos pessoais.

· Robert Musil Literaturmuseum (Museu de Literatura Robert Musil) A casa de nascimento do famoso escritor Robert Musil é hoje um museu literário com exposições sobre sua pessoa, bem como sobre Ingeborg Bachmann e Christine Layant, com fotografias, manuscritos, documentação e uma biblioteca com obras dos três escritores.

· Diözesanmuseum (Museu Diocesano) O museu Diocesano mostra a arte religiosa de Carintia desde a Idade Média até o século XVIII.

· Gustav Mahler Komponierhäuschen (Casa de Gustav Mahler) Gustav Mahler passou alguns verões nas orlas do Lago Wörthersee, nos que trabalhou arduamente na composição. Alguns desses trabalhos se podem encontrar hoje em dia em sua antiga casa.

· Landwirtschaftsmuseum Ehrental (Museu da Agricultura) O Museu da agricultura mostra uma ampla colecção de antigas ferramentas agrárias.

Informações sobre pontos turísticos, visitas e museus: pt.encydia.com

Além disso tudo, o que mais me encantou foram as  reconstruções em miniatura de monumentos de todo mundo! Vamos dar a volta ao mundo sem sair do lugar? Me acompanhe! São castelos e  monumentos  de vários países! Minimundus, um parque-museu:

10_8

minimundus

Minimundus_2012_07

Taj Mahal – Índia

Minimundus_2012_14

Minimundus_2012_39

Roda Gigante de Viena

klagenfurt

Vaticano – Roma, Itália

Klagenfurt 2642_brodayaga_ru

Castelo de Moscou – Rússia.

CN Tower (Toronto , Canadá) e a Torre Eiffel (Paris)

th

Klagenfurt 2632_brodayaga_ru

Templo no Japão

Navios antigos

Klagenfurt 2628_brodayaga_ru

Natchez – Vapor de rodas que navegava no rio MIssissippi, EUA.

Minimundus_2012_17

12559

Referência na foto.

12564

Sidney – Austrália

43926_klagenfurt_minimundus_klagenfurt

Sydney Opera House

Áustria

43931_klagenfurt_minimundus_klagenfurt

Belvedere, Viena.

Olha nossa terrinha aqui representada!! Catedral de Brasília, Brasil.

43932_klagenfurt_minimundus_klagenfurt

43938_klagenfurt_minimundus_klagenfurt

2009_Guns_re_mounted-146-350-300-80

Fort York – Toronto.

250px-Fort_York_east_blockhouse_2

Fort York – Toronto

Sagrada Família, Barcelona – Espanha.

38919309

38919972

Miniaturas de navios como o Titanic.

Klagenfurt 2619_brodayaga_ru

Estátua da Liberdade. E olha o navio …

7366679736_72e8a74ebc_z

Mais de perto…

44942_klagenfurt_minimundus_klagenfurt

Estátua da Liberdade – New York, EUA.

43923_klagenfurt_minimundus_klagenfurt

Miniaturas de pontos turísticos, caravelas, navios, a Torre de Belém… e muito mais.

fw17071h

Vaticano

eGVjaDIzMTI=_o_visit-minimundus-in-klagenfurt-austria

Se quiser ver mais, aqui está o mapa:

minimundus

Referência no mapa.

E este é o símbolo da cidade:

dragon-de-klagenfurt

dragon-de-klagenfurt

Depois de dar a volta ao mundo, sem sair do lugar, vamos conhecer o interior da Catedral de Klagenfurt.

799px-Austria_Klagenfurt_Dome_07

Austria_Klagenfurt_Dome_08

Vale muito a pena uma visita!

Read Full Post »

Bratislava-Foto:Gina Moraes.

Essa viagem foi cheia de surpresas! Uma delas foi a inesperada oportunidade de conhecer  Bratislava, além de Veneza é claro!

Saí de Viena bem cedinho, no trem da OBB. Os trens para Bratislava partem, na sua maioria, da Südbahnhof (estação que vai ser transformada  na grande Estação Central (Haptbahnhof ),  em obras no momento). Previsão para término das obras, em 2014.

Para chegar nessa estação pega-se o metrô linha U1, na estação Südtiroler Platz. O tempo de viagem até Bratislava é menos de duas horas. São 62 km de Viena. Pela Rail Europe a passagem Wien HBF-Bratislava HLS custa R$58,00, duração 1h 06min (das 08:21hs às 09:27hs , direto). Retorno no mesmo dia ou no dia seguinte (dados obtidos no site da Rail Europe, para viagem em 6 de outubro de 2013). Pela OBB pode-se adquirir passagens em torno de 11 euros dependendo do dia e horário (consulte o site).

Bratislava é a capital da Eslováquia. Está situada  a 62 km de Viena sendo banhada, de ambos os lados, pelo Rio Danúbio.  É a única capital europeia situada na fronteira do seu país com outros dois, Áustria e Hungria.   
Cidade de muitos nomes: Anais de Salzburgo, Brezalauspurc (Castelo de Braslav), Pressburg (em alemão), Pozsony (em húngaro), Istropolis (Cidade do Danúbio), Presbourg (francês), Presburgo (italiano), e outros. Finalmente rebatizada como Bratislava, ou Blava na gíria da Eslováquia.

A viagem de trem  Viena – Bratislava é rápida e a paisagem ajuda a distrair. Essa é a estação central. Para chegar ao centro basta seguir a avenida em frente a estação. A distância dá para ser feita a pé e no caminho tem algumas atrações interessantes.

Foto: Gina Moraes.

Jardins do Palácio GrassalkovichAtrás do Palácio Presidencial (Grassalkovich Palace) em Hodžovo Square está um belo parque (originalmente os jardins do palácio) com árvores antigas e gramados. Ele foi originalmente criado como um jardim formal francês e ainda oferece um espaço tranquilo, longe da agitação da cidade. Ele contém uma estátua da imperatriz Maria Theresa, a cavalo, a Fonte da Juventude pelo proeminente escultor Eslovaca  Tibor Bartfay, e estátuas de vanguarda de artistas contemporâneos.

DSC00758 - Cópia

Jardins do Palácio Grassalkovich.

By Gina Moraes.

Imperatriz Maria Theresa.

Palácio Grassalkovich, fachada que dá para os jardins internos.

By Gina Moraes.

Palácio Grassalkovich ou Palácio Presidencial, entrada principal. Residência do Presidente da Eslováquia, este palácio de verão em estilo rococó foi construído em 1760 para o presidente  húngaro da Câmara Real e assessor da imperatriz Maria Theresa, o conde Anton Grassalkovich. A casa suntuosa foi um local procurado para eventos da sociedade aristocrática. O palácio é hoje a residência oficial do Presidente da República Eslovaca.

By Gina Moraes.

Praça em frente ao palácio.

By Gina Moraes.

Interior da Igreja dos Trinitários (Trindade) – O interior da igreja tem abóbadas soberba e contém uma pintura de A. Galli Bibiena (1740). O projeto arquitetônico da igreja é semelhante à de São Pedro, em Viena.

Construída na primeira metade do século 18, originalmente para servir a ordem trinitária, esta igreja tem sido a igreja da paróquia da Santíssima Trindade desde 1854.

By Gina Moraes.

Fachada da Igreja da Trindade.

By Gina Moraes.

Portão de São Miguel – do alto da torre tem-se uma linda visão da cidade. O telhado da torre original gótico, construída em meados do século 14, foi modificado entre 1753 e 1758 para dar-lhe o seu atual estilo barroco. A torre de 51 metros tem sete andares.

No topo da torre está uma estátua do arcanjo Miguel  matando um dragão. A entrada para a torre é através do Museu de Armas (olhar para a réplica do canhão ao nível do solo).

Na rua que passa pelo portão é o chamado “quilômetro zero”. Existe uma placa dourada, listando as distâncias de 29 capitais do mundo em relação a Bratislava.

By Gina Moraes.

Rua que liga o Portão de S. Miguel à Praça das Armas. Muitas lojas, restaurantes e hotéis.

By Gina Moraes.

Praça das Armas e a Fonte Maximilian – a fonte foi construída em 1572 na oficina de pedra do austríaco Andreas Lutringer, com uma contribuição financeira da Hungria (Rei Maximiliano II). No entanto, ela é mais conhecida como Fonte de Roland. Trata-se de um enorme tanque circular de 9 metros de diâmetro. No meio do tanque representa uma coluna de 10,5 metros de altura, encimado por uma estátua de um cavaleiro de armadura, para representar o cavaleiro Roland, um lendário defensor dos direitos da cidade. Outros consideram que isso seja uma estátua de Maximiliano II.

By Gina Moraes.

Antiga Prefeitura, vista da Praça das Armas.

By Gina Moraes.

A torre com o relógio, detalhes no telhado e janelas  despertam o interesse do visitante. A  Capela de St Ladislav apresenta  pinturas de parede exclusivas a partir do século 15. Em 1581 foi adicionada uma galeria de renascimento. O edifício normalmente abriga o Museu da Cidade de Bratislava, o mais antigo da cidade (1868). Quando aberto, o museu apresenta uma exposição do sistema de justiça feudal, assim como o interior notável do edifício da Câmara Municipal e mobiliário originais do tribunal municipal.

By Gina Moraes.

Feira de Artesanato ao lado da Praça das Armas. Muitas lembrancinhas lindas!

Bratislava, Foto Gina Moraes.

Figura do Soldado, na Praça das Armas.

Bratislava. Foto Gina Moraes.

Ao redor da praça, restaurantes e lojas, além de uma fonte e muitos turistas deslumbrados como eu, clicandooo!! Estava louca para ir ao castelo, mas essa atração fica para depois.

Tem muito mais sobre Bratislava no próximo post.

Até breve!

Read Full Post »

Continuando nossa visita nessa maravilhosa cidade, chegamos  a esta linda igreja!

Église Notre-Dame des Victories – pequena igreja católica, de pedra,  situada na Place Royal.  Foi construída em 1687  e concluída em  1723.

Após  o bombardeio  britânico em 1759  foi novamente  reconstruída, passando por várias restaurações até 1816,  quando o serviço foi concluído.

Esse  local serviu  de filmagem para o filme de 2002  Catch Me If You Can. Quem assistiu?

Em estilo colonial francês, foi designado Sítio Histórico Nacional do Canadá.

A igreja é uma atração turística da cidade e um local de culto.

Vale a pena olhar as pinturas, as esculturas e o altar.

Esta igreja  comemora as vitórias francesas sobre os ingleses em 1690 e 1711. Guarda no seu interior  encantadoras pinturas do século 18 e 19.  Entre as obras antigas que os visitantes podem admirar está o tabernáculo na capela de Sainte-Geneviève (1724-1730).

Só agora  me dei conta que apareço  no espelho fotografando a imagem! rs.

Pendurado no teto esse navio chama a atenção dos visitantes. Trata-se do navio Le Brézé,  modelo do Século XVII.

La Place Royale – é considerada  por seus moradores como o coração espiritual e histórico da Velha Quebec. No centro está o busto de Luís XIV.

Representa o berço da civilização francesa na América do Norte e,  também,  um dos mais antigos assentamentos do continente.

Nessa área estão os prédios mais antigos da América do Norte , datados do Séc. 17 e 18.

Busto de Luis XIV

Ao redor da praça muitas lojinhas, restaurantes e bistrôs completam o cenário.

Aqui perto está um dos grandes Murais de Quebec:

Mural - Quebec

Mural – Quebec

Escavações  descobrem  o passado da Velha Quebec.

Casas  antigas  feitas de pedras.

Vista do Funiculaire

Chegando ao porto

La  Batterie  Royale

La Batterie Royale – erguida em 1691,  foi reconstruída em 1977.

Rio São Lourenço e ao fundo a cidade de  Lévis.

Depois de muita caminhada pelo centro histórico, Québec ainda guardava muitas surpresas.

Até  o próximo post.

Read Full Post »

Entre as muitas  igrejas, basílica e catedrais de Quebec City,  algumas estão localizadas no Centro Histórico (Old Quebec).

As  mais  imponentes  são a Catedral Notre-Dame de Québec (Nossa Senhora de Quebec), o Convento Ursuline e a Catedral Anglicana da Santíssima Trindade.

Andando  pela cidade  e arredores  encontrei  outras belas igrejas, como a Basílica de Santa Ana de Beaupré, que já  comentei em outro post.

Basílica de Santa Ana de Beaupré.

A principal igreja da província e do país  é a Catedral Notre-Dame de Québec, datada do Séc. 17.

Catedral Notre-Dame de Québec.

 

Interior da igreja.

Localizada  no número 20 da rua  de Buade, foi destruída duas vezes pelo fogo. Recebeu de presente  de Luís XIV várias obras de arte, que decoram o seu interior.

O túmulo de François de Laval .

Alguns bispos e governadores de Quebec  também estão sepultados no seu interior.

Convento Ursuline

O Convento Ursuline,  foi fundado em  1639. É a mais antiga instituição de ensino para  mulheres na América do Norte. Atualmente  no convento funciona um museu histórico  e um  centro de ensino.

Pinturas valiosas adornam a capela. Está  localizado na  Rue Donnacona-12, bem no meio do centro histórico. Tem  como fundadora a  Marie-Marguerite d’Youville (1701-1771), que dominava os idiomas locais:  Algonquin e Iroquois.

Catedral Anglicana da Santíssima Trindade

A primeira  catedral  anglicana, fora da Inglaterra , fundada em 1804 está em Quebec –  a Catedral Anglicana da Santíssima Trindade.

Igreja Presbiteriana de Santo André , Quebec –  St.  Andrew’s Church.

Encontrei essa igreja  nas minhas andanças. Não consegui saber o nome. Alguém pode me ajudar?

Em frente tem um jardim com umas pirâmides!

Essa outra  igreja fica um pouco afastada do centro. Tem uma bela  vista para o Rio São Lourenço.

A  placa fala da visita  do Papa João Paulo II ao Canadá.

Ainda tem muito mais do Quebec para conhecer.

Até o próximo post.

Read Full Post »

Catedral de St. Anne de Beaupré – fica a uns 30 km a leste de Quebec City, junto ao Rio São Lourenço.

O Santuário de Sainte Anne de Beaupré, dedicado à honra da avó de Cristo, é um dos mais antigos centros de peregrinação da América do Norte. Por mais de 300 anos, os peregrinos têm vindo a Ste. Anne de Beaupré de quase todos os lugares.

Importante santuário, conhecido pelas curas de doenças, recebe  milhares de visitantes na festa da padroeira – 26 de julho, data da Festa de Santa Ana, padroeira do Quebec.

O Cyclorama de Jerusalém –  um 3D  gigantesco, cria  a ilusão de que você está em Jerusalém, revivendo os locais por onde Jesus passou  durante a  Crucificação. Atrai, todos os anos,  inúmeros turistas e peregrinos  a  Ste- Anne -de-Beaupré.


Do ponto de observação, pode-se contemplar toda a cidade de Jerusalém e mais de 80 quilômetros de paisagem circundante nos quatro pontos cardeais.

A catedral está próxima a restaurantes e  algumas lojinhas de souvenir.

A Catedral foi edificada  para  possibilitar um espaço para o culto aos novos habitantes da área e albergar uma estátua de Santa Ana.

O edifícil é coberto com granito. O interior, iluminado por 200 vitrais, de um rosa notável, é dividido em uma nave e quatro corredores por enormes pilares, cada um deles coberto com um capital esculpido.

Tem 105 m de comprimento,  48 m de fachada, 61 m de transepto e 91 m de altura da agulha.

Imagem  no jardim, em frente à igreja.

Imagens do interior, na entrada da catedral –  esquerda e direita , respectivamente.

O interior é muito bonito e o subsolo merece uma visita.

A primeira capela foi construída em 1658. A atual é a quinta igreja a ser construída  desde então.

Subsolo da catedral

A atual basílica começou a ser  construída em 1923 e só ficou pronta  40 anos depois.

Até o próximo post. Ainda tem muito mais Quebec.

Read Full Post »

Essa viagem foi especial. Estava curiosa para conhecer  Québec, a província francesa do Canadá. E a primeira imagem que lembramos é a do “castelo”, cartão postal da cidade!

É  interessante conhecer algumas curiosidades sobre a Ville de Québec:

Lema: Don de Dieu feray valor ( Devo colocar o dom de Deus em bom uso).

Le Québec ou Québec  = refere-se  a província.

Ville de Québec  =  a cidade ( Quebec City  em inglês)

Povos que habitavam a região: algonquinos e iroqueses.

É a cidade mais antiga do Canadá.

Os residentes são chamados de: Québécois (homem) or Québécoise (mulher).

Compras: o imposto é de  5% TPS + 9% TVQ.

Exemplo: compra de $23  -> TPS $1,15 + TVQ $2,29. Total: $26,44

Em algumas  lojas o vendedor já  inclui o imposto no valor da compra. É bom perguntar antes.

Principais atrações turísticas da cidade:

O Château Frontenac –  um hotel belíssimo,   que lembra os castelos franceses;

O Morro do Parlamento, onde está localizada a Assembleia Nacional de Quebec;

A Citadelle e as muralhas, que fazem parte da antiga Quebec;

A Catedral  Notre-Dame de Québec (Nossa Senhora de Quebec);

A Catedral Anglicana da Santíssima Trindade;

O Hotel de Gelo (Hôtel de Glace);

Foto: hoteldeglace-canada.com

Museus, parques, jardins, arquitetura;

Grandes avenidas e ruas com muitas lojas e restaurantes;

Passeio  de ferry, pelo Rio São Lourenço,  até Lévis;

Cataratas de Montmorency – distante 10 km do centro da cidade, tem 83 metros de altura, sendo maior que as Cataratas do Niágara .

Basílica de Santa Ana de Beaupré, situada na localidade de Sainte-Anne-de-Beaupré, um pouco afastada da cidade.

Mais detalhes nos próximos posts.

Au revoir!

Read Full Post »

Após visitar o Allan Gardens  dei uma volta ao redor para observar  melhor as igrejas localizadas  próximas ao parque.

Assim que passei pelo Colllège  Français, na esquina da Jarvis St.,  dei de cara com a  primeira  igreja –  St. Andrew’s Latvian Lutheran Church  (Igreja Evangélica Luterana de Santo André).

“O edifício é concebido segundo um estilo gótico, com uma orientação linear em um eixo Leste-Oeste, com torres dominando o lado ocidental, onde as entradas principais estão localizadas. A fachada é um projeto simples, mas elegante, com agrupamentos de vitrais nas laterais norte, leste e sul do edifício, para permitir a máxima exposição à luz durante a manhã quando o serviço teria lugar.

Os materiais utilizados na construção são de tijolo, pedra, madeira e vitrais. O exterior mostra principalmente o tijolo e elementos de pedra, enquanto o interior revela mais sobre a textura de madeira  complementada pela iluminação intimista das janelas com vitrais. As dimensões aproximadas do edifício são de 36 metros por 25 metros para o corpo do edifício, e 17 metros de altura até o topo do telhado inclinado, e 46 metros e 25 metros até o topo das duas torres”. (Fonte: Wikipédia)

Seguindo pela Carlton na esquina sudeste das ruas Carlton  e Sherbourne, em frente ao Allan Gardens, está a igreja Unidos de São Lucas.

St. Luke’s Church (Igreja Unidos  de São Lucas)  –  está localizada  no  353 Sherbourne Street.

A igreja tem, além do santuário principal, uma capela, um ginásio, duas cozinhas, alguns escritórios administrativos, algumas salas de reuniões e um salão formal. Com essa diversidade de espaço tornou-se um centro comunitário, que hospeda várias funções para o público em geral (Alcoólicos Anônimos, grupos de dança, os  programas de prevenção do abuso, programa de  educação continuada,  banco de alimentos que usam o espaço da cozinha, clube de esgrima e grupos de artes marciais que utilizam o ginásio e hospeda um grupo de dança voltado para a comunidade gay. O edifício é usado também por outras congregações.

Continuando na Carlton St. passei por essa igreja católica, Sacré-Coeur (Sagrado Coração).

Mais a frente  está a Igreja Anglicana de São Pedro.

St. Peter’s Anglican Church –  A paróquia   foi  fundada em 1863,  mas o  prédio projetado por Henry Langley, em estilo vitoriano e gótico, foi inaugurado em 1866. No interior tem três grandes vitrais. A  janela do coro representa a  confissão de São Pedro, a janela da capela sul representa o Sermão da Montanha, e da janela do transepto norte a  Ascensão.

Vitrais da Igreja St. Peter's

Fonte: http://www.stpetercarlton.ca/

Retornei  para o  Allan Gardens e na outra extremidade (esquina da Jarvis com a Gerrard St E)  está a  Jarvis St Baptist Church.

A  congregação data de 1818,  é uma das mais antigas de Toronto. A atual igreja  foi construída em 1875, em estilo gótico revival. A fachada é feita de pedra marrom vinda da região de Queenstown. São colocadas de forma desigual, em vários  tons de  marrrons  e amarelo ouro. O telhado é de ardósia canadense. No alto da torre, uma torre de cobre aumenta em 9 metros a altura do telhado.

A igreja tem 8  portas, em carvalho maciço, e na entrada podemos ver gárgulas alinhadas com as portas.

A igreja também tem sua própria biblioteca conhecida como a Bookroom.

A igreja está situada  no centro de um grupo de restaurantes de fast food, lojas de esquina, edifícios de apartamentos e moradias.

Desci  a Jarvis St até a Dundas St E e passei para  Church St em direção a Queen St E.  Na esquina da Church St com a Shuter St está a Catedral de St  Michael’s. Essa é a fachada  posterior. A fachada  principal estava em reforma.

A Catedral de São Miguel pertence  a Arquidiocese Católica Romana de Toronto, no Canadá, é uma das mais antigas igrejas da cidade. Ela está localizada no número  200 Church Street, no  Toronto Garden District.

De acordo com a tradição das igrejas medievais o altar-mor da catedral está no extremo leste do edifício, de frente para Jerusalém. A composição geral do edifício assemelha-se ao gótico  de uma catedral do Século  13 ou 14, no entanto, o design é simplificado e não contém elementos como arcobotantes, transeptos, ou abóbadas nervuradas.

A Torre da catedral suporta uma grande  torre de ferro  localizada sobre a entrada oeste. No  seu  ponto mais alto a torre chega a 260 pés, ou cerca de 26 andares acima do solo  ultrapassando a altura de muitos dos edifícios circundantes.

À direita do hall de entrada está uma estátua de Jesus e Maria Santíssima, em um pedestal de mámore.

É um excelente exemplo de arquitetura  do estilo Gótico Revival Inglês. Foi construído por William Thomas em 1845-1848. O tema central por trás da arquitetura gótica é a penetração da luz.

Fonte : Wikipédia.

Um dos Vitrais da Catedral  de St Michael’s.

Menino Jesus no Templo

Foto: Wikipédia

Interior da Catedral

Catedral de St Michael's - Toronto

Foto : Wikipédia

Vista do St Michael’s Hospital, prédio  à direita, em frente a catedral.

Segui  em direção a Metropolitan  United Church.

No próximo post.

Read Full Post »

Older Posts »