Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Lisboa’ Category

Você tem mania de trazer uma ” lembrancinha” das suas viagens? Esse post vai tratar desses pequenos “objetos de desejos inconscientes”, mas nem tanto, rsrs.

A minha primeira viagem internacional  foi para  a cidade de  Toronto, no Canadá.

Trouxe uma caneca como souvenir e  a cada viagem mais uma caneca entra na coleção. Virou mania, rsrs.

Essa caneca  veio  de Quebec, a província francesa do Canadá, na mais recente viagem ao Hemisfério Norte.

A caneca que representa  Viena – Áustria  traz os principais pontos turísticos  em destaque. O castelo da “Sissi” , a catedral e até o Rio Danúbio (Donau).

Não podia faltar o meu querido Portugal, terra do meu avô materno. Todos  os encantos da terra  lusitana  não caberiam  na canequinha de Lisboa …

Por isso trouxe duas! A cidade de Sintra com seu famoso Palácio da Pena  não poderia  faltar.

Outra  caneca de uma das viagens ao Canadá coberta de folhas de Maple, o símbolo  estampado na bandeira do país.

Essa também veio de Toronto   representando o Alce (Moose) e o  Natal, com neve, muita neve!!!

Minha viagem para a Suíça foi um sonho que se tornou realidade e quando vi essa caneca  me encantei. Arrumei um lugar na bolsa e  aqui está ela!

Ainda em Toronto assisti ao espetáculo TOTEM no Cirque du Soleil e foi amor à primeira vista! Quem resistiria  a essa linda canequinha? Eu pirei quando vi! Mais umas gramas na mala, digo, na bolsa.

Mas essas canecas  não tem preço!!! Trouxe de Toronto, especialmente criadas para a vovó e o vovô!

As Princesinhas

Elena

 

Sophia

No  próximo post tem mais lembrancinhas de viagem!

Read Full Post »

Quero agradecer a todos os visitantes do Ginapsi e, em  especial, aos portugueses que ocupam a primeira colocação em número de visitantes a  este  blog.

Eu amo Portugal  e fico muito contente que meus posts sejam tão bem recebidos por lá. Sempre desejei conhecer a terra do meu avô materno,  o Sr. José Antônio Rodrigues Júnior, carpinteiro, natural de Ilhavo-Aveiro. Por isso fui conhecer as  terras lusitanas.

O post mais visitado é o Zoológico de Lisboa. Em quase todos os países por onde andei  fiz questão de visitar o Zoo. Tenho um apego pelos animais e gosto de saber quando eles são bem tratados.

O teleférico do Zoo de Lisboa proporciona uma visão espetacular de toda a área.

Foto: Tuválkin @ Flickr

Espero que este blog, além de  distrair, sirva para trazer informações úteis aos viajantes e incentivem outras pessoas a viajar. Com uma renda curta, muito planejamento  e cia low  cost, me aventuro pelo mundo. Viajar é bom demais!

Até mais …

Read Full Post »

Não poderia me despedir de Lisboa sem antes falar da majestosa estátua do Cristo Rei erguida na margem sul do Rio Tejo.

Com seus 28 metros de altura, a imagem descansa sobre um pedestal de 82 metros de altura. A idéia da construção  do monumento surgiu em 1934 inspirada no Cristo Redentor , do Rio de Janeiro.

Foi  inaugurada em 1959 e do terraço, ao qual se chega de elevador, tem-se uma vista maravilhosa da  cidade  de Lisboa num raio superior a 20 quilômetros.

Do terraço pode-se ainda avistar a Baía do Seixal, o Mar da Palha, assim como a Serra da Arrábida e o Castelo de Palmela. Em dias com pouca nebulosidade  pode-se ainda observar a Serra de Sintra, com o seu Palácio da Pena e a zona do Santuário do Cabo Espichel, em Sesimbra. Fonte: http://www.cristorei.pt

Para chegar ao Cristo Rei apanha-se o barco na estação fluvial do Cais do Sodré no sentido Cacilhas. Chegando à outra margem : Cacilhas , apanha o autocarro nº 101 da empresa TST. (Fonte: http://www.askmelisboa.com)

Horário de visitação: das 09h30 ás 18h00 – todos os dias, incluindo domingos e feriados. Valor: 4 euros.

Ponte Vasco da Gama – com os seus 17,3 km de comprimento, dos quais 10 estão sobre as águas do Rio Tejo. O vão (comprimento do tabuleiro) do viaduto central é de 420 m. Foi inaugurada em 4 de Abril de 1998.

Foto by Joice Galvão.

Foto: http://www.actiontur.selfip.com

Foto: http://www.strawberryworld-lisbon.com

Ponte 25 de Abril –  foi inaugurada em 1966 com o nome de Ponte Salazar. Tem 2.278  km de comprimento  e é muito parecida com a Ponte Golden Gate (São Francisco, na Califórnia). Vai de Alcântara a Almada, na margem sul.

Ponte 25 de Abril vista da Torre de Belém.

Ao me despedir de Lisboa  guardei  na memória lugares que marcaram minha estadia  e que deixaram  um  desejo muito grande de retornar à “Terra do Fado”.

Caravela

Castelo São Jorge

Padrão dos Descobrimentos

Oceanário de Lisboa

Pavão (visitante inesperado)

Fernado Pessoa                                                                                                                                                                 Show dos  Golfinhos

Foto: Wikipedia

Estátua  ao poeta Luís de Camões

Foto: wikipedia

Fonte na Praça D. Pedro IV

Foto: Wikipedia

Edifício da Assembléia  da República- Lisboa

O Palácio de São Bento também é conhecido como “Assembleia da República” ou “Parlamento Português”. O Palácio de São Bento teve origem no primeiro mosteiro Beneditino construído em Lisboa em 1598. Em 1834 foi instalado o Parlamento no Palácio de São Bento.

Foto: Wikipedia

A escadaria exterior foi construída em 1941 e encontra-se ladeada por dois leões, simbolicamente utilizados como sentinelas. Na fachada principal, no alto das escadas, encontra-se uma arcada onde se pode ler a palavra em latim ‘Lex’ – em alusão à função da Assembleia – e quatro estátuas alegóricas femininas – ‘Prudência’, ‘Justiça’, ‘Força’ e ‘Temperança’.

Foto: http://www.strawberryworld-lisbon.com

O frontão situado a cima da varanda tem 30m de comprimento e 6 de altura e o tímpano foi decorado pelo escultor Simões de Almeida, dentro de uma estética de acordo com o academismo vigente na Escola de Belas Artes, onde lecionava. Este tímpano representa o Estado Novo, com a Nação ao meio simbolizada pela insígnia latina ‘Omnia Pro Patria’ (Tudo pela Nação) e rodeada por 18 imagens que representam, entre outras, áreas como a Indústria e o Comércio. (strawberryworld-lisbon.com)

Estação de Telheiras

Foto: Wikipedia

Praça do Comércio

Clique na foto para ver os créditos.

E assim, com essas fotos maravilhosas, me despeço de Lisboa com um ….

Até breve !

Read Full Post »

Conheça Lisboa através de fotografias.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Read Full Post »

Da Estação de comboio de Entre Campos fui conhecer o Zoológico de Lisboa.

Fonte: Google/ http://www.aejoaogomes.com

Zoológico de Lisboa – A instituição tem como missão desenvolver e promover um parque zoológico e botânico  que opere como um centro de conservação, reprodução e reintrodução nos respectivos ambientes de espécies ameaçadas de extinção, através de investigação científica e de programas de enriquecimento ambiental.

Paralelamente, além de se constituir em valioso espaço de pesquisa, o Jardim Zoológico de Lisboa alia à componente educativa uma dinâmica componente de entretenimento, com diversos espaços e atividades à disposição dos visitantes. (Wikipédia)

Entrada do Zoo de Lisboa.

O  Zoológico foi inaugurado em 1884, mas somente em 1905 foi  transferido para sua localização atual em Sete Rios, na Quinta das Laranjeiras. Reúne  cerca de 2000 animais de 332 espécies diferentes.

São muitas as atrações do Zoo: o Teleférico, a Baía dos Golfinhos, Alimentação de Leões Marinhos, Parque Arco- Íris, Bosque Encantado: aves em voo livre, Comboio (passeio pelo Zoo), Alimentação dos Pelicanos, Quintinha (vida rural), Bosque Encantado: cobras e lagartos, Reptilário, Animax (parque de diversões).

Fonte no Zoológico.

O Teleférico.

As Zebras.

Alimentação de Leões Marinhos.

Essa parte da visita ao Zoológico é imperdível. Preparem-se para ter muita adrenalina em ação. Primeiro você  “ponga” na cabine, o ajudante fecha a portinhola e lá vai você  flutuando no ar. Tudo isso em movimento. O teleférico não para! Agora é só olhar pra baixo, pra cima, ao redor e se deslumbrar. A visão do alto é fantástica!

Pra quem não sabe o que é pongar, é subir  com o veículo em movimento (pode ser carro , bonde, trem, etc.). Também conhecido como:  se  agarrar,  se segurar, se pendurar.

Momento  de tensão!!! “Será que conseguirei tirar uma foto do alto do teleférico?”

“Melhor  se segurar nessa coisa, porque  com  o vento ele balança  muito e não quero acabar  caindo  na casa de algum leão mau humorado, rsrs.”

Isso é Lisboa com emoção!

E vai começar o espetáculo! Apresentando … os Leões Marinhos!!

Depois de fazer várias acrobacias  ele consegue o seu peixinho.

Durante o show ele vai até a plateia dar beijinhos nas pessoas, crianças principalmente, que não discriminam o bichinho por causa do cheiro forte. Tão fofinho!

E agora o Show dos Golfinhos!

Difícil foi conseguir acertar o “clique” com o salto dos golfinhos. Eles são muito rápidos. O show foi muito lindo.

Final do espetáculo –  os golfinhos agradecem saindo da piscina para cumprimentar a plateia e receber as palmas.

O Tigre de Sumatra –  olha a carinha dele de soninho! Foto: http://www.strawberryworld-lisbon.com

Nossas amiguinhas Girafas de Angola buscando alcançar as folhas suculentas para o almoço.

Foto: http://www.strawberryworld-lisbon.com

E tem muito mais: 157 aves, 114 mamíferos, 56 répteis,  5 anfíbios  e uma coleção de artrópodes.

Para pesquisar horários e preços consulte o site abaixo:

http://www.zoo.pt/precos.aspx

Até o próximo post.

Read Full Post »

A Praça do Marquês de Pombal situa-se entre a Avenida da Liberdade e o Parque Eduardo VII. No centro ergue-se o magnífico monumento em honra do Marquês de Pombal, o homem que ficou à frente da reconstrução de Lisboa depois do terramoto de 1755. Neste monumento, pode ver o Marquês no topo, com a mão num leão (símbolo de poder), a olhar para a sua obra-prima: a baixa de Lisboa.

Diretamente ligado à sua vida, este monumento inclui referências às reformas introduzidas pelo Marquês nas áreas da educação, política e agricultura e, como não podia deixar de ser, ao momento que mudou a sua vida – o terramoto de 1755, representado por blocos de pedra partidos e ondas a simular a inundação da cidade.

O Parque Eduardo VII situa-se no extremo norte da Avenida da Liberdade, mesmo por trás da Praça Marquês do Pombal. Originalmente designado Parque da Liberdade, foi rebatizado com o nome do Rei de Inglaterra que veio a Lisboa em 1903 para reafirmar a aliança Anglo-Portuguesa. Detentor de excelentes vistas sobre a cidade, é frequentemente palco de exposições, concertos e da Feira Anual do Livro.

Durante minha estadia em Lisboa  pude conhecer as esculturas de Baltasar Lobo expostas nos jardins.

Essa escultura representa a “Maternidade”.

“Cara ao Vento” – 1977 , bronze.

Neste espaço pode encontrar o Pavilhão dos Desportos, construído em 1932 – hoje conhecido como “Pavilhão Carlos Lopes” em honra do atleta português com esse nome -, alguns lagos, estátuas, uma impressionante escultura concebida por João Cutileiro em honra da Revolução do 25 de Abril e o Clube VII com court de tênis, ginásio, piscina e restaurante.

Avenida da Liberdade

Lojas, hotéis, alguns dos melhores cafés, teatros, universidades… Encontra-se tudo  e muito mais! A Avenida da Liberdade é  sinônimo de elegância, moda e movimento… uma veia viva que faz a ligação entre a Praça do Marquês de Pombal e a baixa de Lisboa.

Esta é uma das mais (se não a mais) importantes avenidas de Lisboa e é também o ponto de eleição de escritórios, árvores centenárias, lojas de moda internacional e milhares e milhares de trabalhadores que por ali passam todos os dias.

É uma área bastante agradável para passear, olhe com atenção à sua volta e repare nas antigas lojas de alfaiates, seguidas de marcas internacionalmente conhecidas como Calvin Klein, Timberland, Massimo Dutti, Armani, Burberrys e Adolfo Dominguez. Caminhar na Avenida da Liberdade foi, em tempos, sinônimo de elegancia e ainda hoje é!

Se ” se sentir cansado”, faça uma “paragem” numa das esplanadas locais com cadeiras de ferro brancas e, enquanto desfruta da sua bebida, preste especial atenção ao magnífico trabalho que os calceteiros portugueses fizeram nesta zona.

Fonte: http://www.strawberryworld-lisbon.com

Read Full Post »

Para se empolgar e ir conhecer Lisboa. Eu fui e foi amor a primeira vista! Em breve, mais sobre Portugal. Vou voltar algum dia, com certeza!

Read Full Post »

Older Posts »