Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Brasil’ Category

CONDE

Distante a 21 km de Salvador, Conde concentra várias atrações que fazem a alegria de nativos e visitantes. Dentre elas estão as diversas praias, rios, cachoeiras, dunas e construções históricas. Depois de ter acesso a esta lista, o turista já não sabe mais que atrativo do município irá visitar primeiro.

Foto: portaldehospedagem

Foto: portaldehospedagem

Escorregar nas areias finas do Cavalo Russo, uma duna com aproximadamente 30 m de altura, é uma brincadeira que encanta pessoas de todas as idades. Utilizando uma prancha, o praticante deve subir até o topo da duna, respirar um pouco de ar puro e descer a toda velocidade até encontrar, no final do areal, as águas frias e calmas do rio Piranji.

Cavalo Russo.Foto: Panoramio.

Cavalo Russo.Foto: Panoramio.

Dentre as praias, há um destaque maior para a dos Artistas (também conhecida como Corre Nu) por ficar mais próxima do famoso Sítio do Conde, além de esbanjar um mar de ondas fracas e águas cristalinas envolto pela natureza. Lá o turista encontrará barracas e quiosques, que vendem água de coco, cerveja gelada e deliciosos tira-gostos de frutos do mar,
O Sítio do Conde é um dos pontos mais procurados por concentrar a maioria das pousadas locais e uma grande infraestrutura turística. Ele fica a 6 km da sede do Conde e a 9 km da Linha Verde, com acesso totalmente asfaltado.
Por se tratar de uma antiga vila de pescadores, o ambiente deste lugarejo mistura uma rusticidade e sofisticação que encanta o visitante.

Barra-do-Itariri.-Foto: Tatiana Azeviche.

Barra-do-Itariri.-Foto: Tatiana Azeviche.

Barra do Rio Itariri:

As belezas do local serviram de cenário para o grande sucesso do cinema, “Tieta do Agreste”, de Cacá Diegues, baseado no romance de Jorge Amado. O longo trecho onde o mar se junta ao rio é o predileto entre visitantes. As águas mornas e tranquilas promovem banhos agradáveis para toda a família, além de apresentarem boas condições para pratica de esportes náuticos. Durante a vazante da maré, é possível atravessar a pé até o lado oposto do canal, onde ficam belas dunas e coqueiros. Com barracas, restaurantes e camping, Itariri apresenta uma boa estrutura receptiva.

praias das pocas conde 1
Praia das Poças:

As muitas rochas próximas às areias dificultam banhos com muita mobilidade. Em comparação, fazem com que a água fique retida, formando “banheiras” de águas bem quentes.. No local há um porto natural que ancora os barcos dos pescadores nativos, bastante solicitados para passeios na região. A praia possui areias estreias e semidesertas, sem infraestrutura turística.

Siribinha. Foto: Roteiros Ecoturísticos.

Siribinha. Foto: Roteiros Ecoturísticos.

Praia de Siribinha:

Um pedaço do paraíso cercado de areias alvas e banhado por águas mornas e tranquilas. Esta é uma definição bem apropriada para Siribinha, local de beleza privilegiada, que durante a vazante das marés apresenta lindas dunas. Para percorrer suas curvas, “Bugres” podem ser alugados em toda a extensão da praia, oferecendo em roteiro opcional, uma aventura extasiante até a famosa praia de Mangue Seco.
Em suas extensas areias, Siribinha, apresenta os vestígios de um navio encalhado há alguns anos. Mesmo sendo deserta na maioria de seus trechos, a praia margeia um pequeno povoado, que oferece uma razoável infraestrutura ao visitante.

Praia dos Artistas-Foto: Wellington Souza

Praia dos Artistas-Foto: Wellington Souza

Praia dos Artistas:

Seu mar calmo e morno permite o banho em qualquer período das marés. As areias, marcadas por pequenas dunas e coqueiros, margeiam condomínios e sítios particulares. A infraestrutura receptiva desta praia fica restrita ao trecho de acesso permitido a carros, com quiosques especializados no preparo de petiscos do mar. Fica localizada a 3 km da Vila do Sítio do Conde.

 

Read Full Post »

Olá, olha eu aqui dando continuidade aos posts sobre as praias do litoral norte da Bahia. Vamos a mais uma pérola do litoral “abençoada”  por Deus!

MANGUE SECO

Mangue Seco é a última praia no extremo norte do litoral baiano, fazendo fronteira com o estado de Sergipe. A beleza do local foi bem retratada na novela “Tieta”, veiculada pela rede Globo e inspirada no romance “Tieta do Agreste”, de Jorge Amado. Esta produção incentivou ainda mais o turismo no local, quando o Brasil passou a conhecer toda a beleza do lugar, que resguarda numerosas dunas e paisagens primitivas de rios e mar. O  nome verdadeiro da pequena vila é Santa Cruz da Bela Vista.

Foto: Guia do Litoral.

Foto: Guia do Litoral.

As opções de lazer são variadas, com programas que satisfazem desde os surfistas, que nas praias da região encontram picos de grandes ondas, até os pescadores, que nas águas calmas dos rios conseguem fisgar os mais variados peixes. Dentre ele estão arraias, cações e carapebas, além de peixe boi, espécie rara, geralmente encontrada no Rio Amazonas, que nas águas calmas do Rio Fundo, mais um dos vários rios que cortam Mangue Seco, encontrou um habitat propício para se reproduzir.

Foto: Giselle.

Foto: Giselle.

O Rio Real também merece destaque. Suas águas, um pouco salgadas, lembram as águas do mar e são uma verdadeira surpresa para os desavisados. A salinidade diverte os banhistas com a facilidade de, simplesmente, boiar e relaxar ao sabor do rio.
O vilarejo fica entre a foz do Rio Real – que dia a dia vai escavando suas margens – e as imensas dunas que se movem com o vento e avançam querendo encobrir tudo.

Foto: brasilimperdivel

Foto: brasilimperdivel

A dificuldade do acesso – exclusivamente de barco, através do Rio Real – é o que torna Mangue Seco mais atraente e a mantém naturalmente rústica. As poucas ruas são cobertas de areia fina e macia.

Na praia de rio, os coqueiros se debruçam, curvando o tronco sobre as águas. Por toda a margem, espalham-se pousadas, bares, restaurantes e casas de pescadores, criando uma boa estrutura de apoio para os turistas.

Entardecer. Foto: Márcio Mattos.

Entardecer. Foto: Márcio Mattos.

À noite, crianças ainda brincam de roda e de esconde-esconde, enquanto os visitantes ouvem histórias antigas, contadas por pescadores ou, ainda, participam de serenatas junto à população nativa. Pouco iluminada, a vila oferece uma noite estrelada, com beleza extraordinária nos períodos de lua cheia.

Fonte: Consulte Brasil-  Seeder Editora.

Informações sobre Mangue Seco:

Distâncias
Salvador: 255 km – acesso pela Estrada do Coco e Linha Verde (BA-099)
Aracaju: 114 km – acesso pela BR-101 e Linha Verde (BA-099)

Pousadas:

*Pousada e Restaurante Suruby, Village Mangue Seco, Pousada Fantasia do Agreste, Pousada O Forte.

Fotos de Mangue Seco

Mangue Seco 11

Os dois coqueiros, da abertura da novela. Foto: Guilherme.

Os dois coqueiros, da abertura da novela. Foto: Guilherme.

Passeio de bugre.Foto: Naninha.

Passeio de bugre.Foto: Naninha.

Igrejinha. Foto: Suelem.

Igrejinha. Foto: Suelem.

Esquibunda. Foto: Suelem.

Esquibunda. Foto: Suelem.

Gostou?

Acompanhe o Ginapsi, que tem mais novidades!

 

 

 

 

 

 

Read Full Post »

Pois é! O Carnaval de 2014 em Salvador, além dos já conhecidos blocos e Trios Elétricos, veio recheado de músicas e danças com coreografias inovadoras!

Credito: digaicomunicacao

Credito: digaicomunicacao

Todos os anos tem uma música que é a preferida da “galera” e este ano a mais badalada é a do cantor Psirico: Lepo Lepo,  hit do Carnaval 2014!!

Foi objeto até de uma análise crítica social, do Tico Santa Cruz, vocalista do grupo Detonautas. Veja aqui na íntegra a reflexão do rapaz, publicada aqui (http://www.aredacao.com.br):

Eu já não sei o que fazer-Duro, pé rapado com o salário atrasado.
(ANÁLISE: Realidade social de milhares de brasileiros – fora os desempregados )


Já não tenho mais para onde correr – Já fui despejado e o banco levou o meu carro.”
(Análise: entrou em financiamentos acreditando que conseguiria melhorar a vida e infelizmente não conseguiu pagar suas contas – perdeu o pouco que tinha – Realidade social de milhares de brasileiros)

Agora vou conversar com ela, será que ela vai me querer?
Agora vou se é verdade – Se é dinheiro ou e amor ou cumplicidade?
(Análise: diante do panorama atual onde as pessoas não valem o que são, mas apenas o que tem. Saber se uma mulher está com você por dinheiro ou por amor é algo muito importante. Enquanto 99% da música brasileira está em seu momento de ostentação – essa música coloca em questão os valores da sociedade. O que vale mais o amor ou os bens materiais? )

Não tenho carro, não tenho teto e se ficar comigo é porque gosta.
(Análise: Verdade total. Nos dias de hoje, quem ficaria com um sem teto? Apenas outro sem teto. Negligenciado pelo Governo. Não ter carro então… Vai usar ônibus, trem ou metrô – ou seja, apenas quem ama muito uma pessoa e capaz de encarar todos estes problemas sociais e manter o relacionamento – AMOR VERDADEIRO)

“RÁ LEPO LEPO LEPO LEPO” É A ÚNICA COISA QUE O CIDADÃO TEM.
Ou seja… de tanto tomar Lepo Lepo do Governo, só restou Lepo Lepar a parceira para manter o relacionamento.

Confessem, nós fomos preconceituosos.

A música retrata a realidade do Povo.
Então isso explica também uma necessidade URGENTE do Controle de Natalidade e planejamento familiar no Brasil, porque a quem nao restou nada… só o Lepo Lepo pode trazer alguma alegria e lepo lepo sem prevenção – cria mais crianças e mais crianças sem os cuidados que merecem do Governo, podem se tornar cidadãos com muitas dificuldades sociais e o ciclo não termina nunca.

Essa é minha lepo lepo tese.”

E você o que acha da música do Lepo Lepo?

O fato é que a música está fazendo o maior sucesso no Carnaval e tem até aula de dança  para aprender  a coreografia.

Que tal aprender como se dança o Lepo Lepo?!

vocalista do Detonautas, Tico Santa Cruz
vocalista do Detonautas, Tico Santa Cruz

Read Full Post »

A Bahia tem de tudo um pouco! Este post é uma homenagem aos feirantes baianos, em especial aos do Mercado de Itapuã, que se dedicam a fazer “arte” com os legumes, frutas e temperos da nossa terrinha. Além de contribuir com a saborosa culinária! Venha conhecer  mais um pouquinho da  Bahia!

Um agradecimento especial a querida amiga Beatriz Leal, que gentilmente compartilhou as belas fotos da feira, no Mercado de Itapuã.

Foto: Beatriz Leal.

Quem já visitou o Mercado Modelo conhece um pouco da cultura artesanal baiana e agora vai se encantar com os responsáveis pela deliciosa culinária da terra da Gabriela, da Tiêta e da Dona Flor!

Quem já viu caruru e vatapá sem camarão seco? Vem que tem!

Foto Beatriz Leal.

Um pouco de história – Relatos indicam que São Cosme e São Damião nasceram na Arábia, no século III, de pais ricos e cristãos. Estudaram medicina na Síria, exercendo a profissão na Egéia e Ásia Menor, sem receber nenhum pagamento. Aliado aos conhecimentos médicos, também usavam a palavra de Deus para curar os doentes, divulgando, assim, a fé cristã e convertendo os pagãos. O fato despertou a ira do imperador romano Diocleciano, que os mandou prender.  Mesmo forçados a renunciar à sua fé, os dois se mantiveram fiéis, por isso foram mortos.(bahia.com.br) E um item que não pode faltar: o famoso  azeite de dendê! Ingrediente essencial no vatapá, no caruru e na farofa. “O dendezeiro (Elaeais guineensis Jaquim) é uma palmeira originária da costa oriental da África (Golfo da Guiné), sendo encontrada em povoamentos subespontâneos desde o Senegal até Angola. . O óleo originário desta palmeira, o azeite de dendê, consumido há mais de 5.000 anos, foi introduzido no continente americano a partir do século XV, coincidindo com o início do tráfico de escravos entre a África e o Brasil.”(ceplac.gov.br)

Foto: Beatriz Leal.

Essa é a “esquentada” pimenta! Tem pimenta de tudo quanto é tipo: Malagueta e outras tantas presentes na nossa culinária.

Foto: Beatriz Leal.

Você sabia? “As pimentas são benéficas para o organismo porque possuem atividades antimicrobiana, anti-inflamatória, anticancerígena, melhoram a digestão, diminuem os níveis de colesterol e, por ter efeito termogênico, ou seja, acelerar o metabolismo, ajudam a emagrecer. Mas nem todas as pimentas trazem esta lista de vantagens. Para colher tais benefícios é preciso que a pimenta seja do gênero Capsicum. Estas também protegem o sistema cardiovascular e os dentes.” (minhavida.com.br)

Foto: Beatriz Leal.

“As principais pimentas do gênero Capsicum produzidas no Brasil são: jalapeño, pimenta de cheiro, pimenta de bode, cumari-do-Pará, malagueta, dedo-de-moça, murupi, biquinho e cambuci ou chapéu de frade. A quantidade de capsaicinoides de cada uma destas pimentas varia de acordo com a ardência dos frutos, quanto mais picante, maior a quantidade do princípio ativo. São ricas em vitamina C que aumenta as defesas do organismo, ajudando na prevenção e no combate de infecções como a  gripe. Ela também age como um antioxidante, neutralizando os radicais livres instáveis que podem causar danos ao organismo e o  envelhecimento. Além disso, esta vitamina fornece resistência aos ossos e dentes e facilita a absorção de ferro no organismo.” (minhavida.com.br)

Pimentas em conserva engarrafada – você pode ver a forma de colocar as pimentinhas… pura arte!

Foto: Beatriz Leal.

Pimenta de todas as cores e formatos! Vai lá que tem!

Foto: Beatriz Leal.

Castanha de caju torrada. Quem resiste? Quando vou lá compro um saco!

Foto: Beatriz Leal.

Bebidas variadas, aguardentes, licor,  mel,… de tudo se encontra lá!

Foto: Beatriz Leal.

Você encontra também todo tipo de folhas para chás, para temperar as iguarias e para reza (tirar olhado em criança, olho gordo, e muito mais, o “Seu Zé” da barraca garante!

Foto: Beatriz Leal.

Foto: Beatriz Leal.

Abóboras para fazer doce ou para o “cozido” (prato de origem portuguesa com verduras, legumes, carnes e pirão). Delicioso! Aqui também tem!

Foto: Beatriz Leal.

Foto: Beatriz Leal.

Mamão, bananas e uma variedade de frutas tropicais. Tem também o aipim, que serve para fazer bolos, comer frito ou cozido (com uma manteiga de garrafa, hummm!

Foto: Beatriz Leal.

Jaca

Foto: Beatriz Leal.

Milho para preparar a canjica ou para assar na brasa. Como já diziam desde o “achamento do Brasil”:  nesta terra, se plantando tudo dá! E dá mesmo!!

Foto: Beatriz Leal.

No Mercado de Itapuã, assim como na Feira de São Joaquim, você pode encontrar uma variedade de utensílios domésticos como tábua de madeira,   bucha natural e utensílios de barro, entre outras coisas.

Foto: Beatriz Leal.

“A bucha é uma planta cujo nome científico é Luffa cylindrica, é nativa de regiões tropicais. Pode ser cultivada para usos medicinais e algumas variedades chegam a atingir 1,2 metro. Ela é da família das cucurbitáceas, mesma do pepino e da melancia e é uma trepadeira que gosta, durante seu cultivo, de muita luz solar. Uma característica importante da bucha é o seu fornecimento de esponja fibrosa, que é muito útil na higiene pessoal e limpeza geral.

Dica: Se você cultivá-la em sua casa, basta retirar a sua casca e sementes, molhá-la com água e deixá-la secar por um tempo. Após isso, você estará pronto pra lavar a louça.

Vantagens:  não riscar a louça, é mais barata, rende mais (pode ser cortada em pedaços), muito mais higiênica, já que demora mais para desenvolver fungos e bactérias e tem descontaminação muito simples e prática (basta ferver em água). Usando a bucha, você também incentiva os pequenos agricultores que produzem a planta e preserva  o uso dos materiais plásticos para usos mais nobres do que um objeto contaminante, de curtíssima vida útil. É biodegradável e não deixa resíduos na sua degradação. (ecycle.com.br)

Foto: Beatriz Leal.

Os utensílios de barro, por sua versatilidade e praticidade,  servem para várias finalidades: decoração, uso doméstico, oferenda aos santos e o que  mais você imaginar. A panela de barro retém a temperatura do cozimento e o sabor dos alimentos. Fica a dica!

São utilizados para servir a feijoada e a moqueca. E o sabor é de dar água na boca!

Foto: Beatriz Leal.

Foto: Beatriz Leal.

Foto: Beatriz Leal.

Os cestos de palha são ótimos para acomodar  revistas, potinhos, vasos de flores e outras tranqueiras que ficam espalhadas pela casa.

1535510_610246735717824_995003788_n

Foto: Beatriz Leal.

E esses porta-moedas! O porquinho da “grana”! É uma tradição ter um mealheiro de barro em casa. As crianças gostam de guardar moedas no cofrinho e de tirá-las lá de dentro (só quebrando o potinho), rsrs.

Foto: Beatriz Leal.

“A invenção de usar o porquinho como  cofre (designado vulgarmente como porquinho-mealheiro) é atribuída ao engenheiro francês Sebastian la Pestre, no século XVII. Por esta versão, Pestre teria calculado que em dez anos uma porca pode produzir seis milhões de filhotes e concluiu que este animal representaria bem a ideia de economizar.”  (Wikipédia)

Se você “vasculhar” o mercado, com certeza  encontrará  alguma coisa que lhe interesse e  levará de lembrancinha, da Bahia! Velas, incensos…

Foto: Beatriz Leal.

Foto: Beatriz Leal.

Que tal uma esteira de palha? Um abanador, uma colher de pau, chapéu de palha ou um balaio?!

Foto: Beatriz Leal.

.

Flores

Foto: Beatriz Leal.

Foto: Beatriz Leal.

.

Endereço provisório: Travessa Xangô, 1-49, Salvador, BA, 41630-570

Próximo a Av. Dorival Caymmi, Itapuã.

Provisório porque em breve será inaugurado o novo Mercado de Itapuã, promessa do prefeito, como parte da requalificação da orla de Itapuã. Veja o vídeo (http://itapuacity.com.br)

Vem que a Bahia e o Ginapsi tem muito mais!!! Até breve!

Read Full Post »

Continuando com a série de post sobre as praias do Litoral Norte da Bahia vamos conhecer  mais algumas pérolas.

Subaúma

A praia de Subaúma  tem uma localização privilegiada, entre Costa do Sauípe e Sítio do Conde, no trecho do litoral norte denominado Linha Verde, município de Entre Rios. Está  a cerca de 100km de Salvador e a  8 km da Linha Verde, por estrada asfaltada. Possui praias protegidas por recifes, formando uma grande quantidade de piscinas naturais.

Foto: .praias-bahia.com

Foto: .praias-bahia.com

Um dos principais atrativos é a caminhada pela praia em direção  ao farol, além do passeio até a belíssima Lagoa Verde situada entre as dunas e o mar (uns chamam de Lagoa Azul). Faz sentido, nessa foto tirada  pelo pessoal do blog  AventurasEco. Belíssima!

Lagoa Azul - Foto: AventurasEco

Lagoa Azul – Foto: AventurasEco

A foz do Rio Subaúma, à esquerda do povoado, com suas águas doces e mansas misturando-se às águas salgadas do oceano e convidando ao banho, também forma uma paisagem arrebatadora.

O passeio para Massarandupió, rústica aldeia de pescadores, com praias desertas e selvagens em meio a muitas dunas , é praticamente imperdível.

A praia, utilizada pelas tartarugas marinhas para a desova, possui uma área destinada à prática do naturalismo. Veja aqui.

(Fonte: George G. Loureiro (Seeder Editora)

Praia de Barra de Subaúma
O local é completamente urbanizado, com barracas de praia, restaurantes e pousadas. Os banhos de mar e de rio são favoráveis nesse trecho, que também é um excelente pesqueiro de robalo, pescada, canapum, vermelho e bagre. Os mergulhadores também se esbaldam com a grande ocorrência de lagosta em seus arrecifes.

Praia do Porto de Sauípe
As ondas fortes tornam o banho perigoso para quem não conhece a geografia do lugar. Por toda a faixa costeira há uma grande concentração de bares, restaurantes e pousadas. A presença de mulheres, que trançam artesanato em palha de piaçava, é uma marca registrada do local.

Praia de Baixio (Esplanada)
A entrada é margeada por uma lagoa, que encanta pela quantidade de pássaros, principalmente garças, que a freqüentam. É uma vila graciosa e bem cuidada por seus moradores. Baixio, praia excelente para pesca e banho, fica a 8 Km da cidade, contando com razoável infra-estrutura.
(Fonte: bahia .com.br)

No próximo post tem mais.

Read Full Post »

Continuando nossa jornada, pelo litoral norte baiano, vamos passar por uma praia onde os amantes do naturalismo se encontram.

Massarandupió está localizada no km 88 da Linha Verde, pouco depois de Porto Sauípe e com uma extensão de 2 km. Em 1997 foi oficializada como praia naturalista.

Massarandupió - Foto: george.

Massarandupió – Foto: george.

Os amantes do naturalismo  concentram-se num trecho de 800 metros, localizado a cerca de 1 km do acesso principal, onde o puritanismo e a vergonha são deixados de lado, praticando-se o nudismo (Praia das Dunas).

Foto: litoralnortebahia.com.br

Foto: litoralnortebahia.com.br

Para os mais tímidos o lugar dispõe de uma pequena faixa de “adaptação” a nudez. Nesta faixa de areia as regras são apresentadas aos visitantes. Homens desacompanhados são impedidos de ter acesso ao local naturalista.

O que chama mais atenção  é o ambiente descontraído e familiar que se observa. Pessoas idosas e crianças são frequentadores assíduos nos fins de semana Eventos como luaus e réveillon acontecem nos meses de verão.

litoralnortebahia.com.br

litoralnortebahia.com.br

“A praia de Massarandupió é quase retilínea, de areia fofa e clara, mar calmo cujas tonalidades entre o verde e o azul são belíssimas, apresentando pequenas faixas de rochas na linha de preamar em alguns pontos. Toda a extensão da praia é emoldurada por uma alta fileira de dunas cobertas por vegetação rasteira e imponentes coqueiros. Por trás destas dunas há um vale de cerca de trezentos metros de largura até uma segunda linha de dunas ainda mais altas de areias muito brancas que limitam a vegetação mais densa de mata atlântica por trás destas. O vale entre as dunas do mar e da mata é cortado por um riacho de águas ferruginosas muito quentes à tarde, totalmente livres de qualquer poluição e que forma piscinas naturais em alguns pontos.” (litoralnortebahia.com.br)

litoralnortebahia.com.br

litoralnortebahia.com.br

O lugarejo dispõe de Pousadas e casas para locação, além de uma área para camping.

Como Chegar

Fonte: http://bahia.com.br

Via Terrestre:

Distância: 91km (partindo do Km 0 Aeroporto)

Partindo de Salvador seguir pela Av. Luís Viana Filho (Av. Paralela) seguir até BA-099, Estrada do Coco, seguir passando por Arembepe, Guarajuba, Itacimirim, Praia do Forte, Imbassaí depois Massarandupió. (da entrada até o vilarejo são 8km.)

Ônibus no Terminal  Rodoviário de Salvador, empresa Expresso Linha Verde – tel.:(71) 3450.0321.

Próximo post: Subaúma

Read Full Post »

Salvador da Bahia, terra da magia, cores e ritmos! E agora uma das sedes da Copa do Mundo de Futebol!!!!

A “terra da mistura” está se preparando para receber visitantes de todos os continentes, com muito agito, muitas cores e aquele jeitinho carinhoso típico do baiano!

E o que a Bahia tem? Venha ver um “bocadinho”  aqui no Ginapsi!!

Praia e mar, aqui tem muito! Beach and sea here has a lot!

Baía de Todos os Santos

Baía de Todos os Santos. All Saints Bay.
(Foto: skyscrapercity)

Corredor da Vitória - Salvador

Corredor da Vitória – Salvador (Foto: skyscrapercity)

Taipus de Fora - Litoral Norte.

Taipus de Fora – Litoral Norte. Taipus Out, North Bahia Coast.

Belezas da cidade. Beauties of the city.

Farol da Barra

Por do Sol no Farol da Barra, ao fundo a Ilha de Itaparica. Sunset at Farol da Barra, in the background the island of Itaparica. (Foto: skyscrapercity)

Farol da Barra - Barra Lighthouse

Farol da Barra – Barra Lighthouse (Foto: skyscrapercity).

Museus – Museums

Museu Carlos Costa Pinto

Museu Carlos Costa Pinto

Solar do Unhão.

Solar do Unhão (Foto: skyscrapercity).

Marina

Marina

Marina, na  Cidade Baixa  (Foto: skyscrapercity).

Marina - Salvador/Bahia.

Marina – Salvador/Bahia (Foto: skyscrapercity).

Marina

Marina (Foto: skyscrapercity)

Centro Histórico

Pelourinho

Pelourinho (Pillory) – Foto Gina Moraes.

Praças

Praça Castro Alves. Foto Gina Moraes.

Praça Castro Alves. Foto Gina Moraes.

Caboclo na Praça Dois de Julho (Campo Grande) - Foto viversalvador.

Caboclo na Praça Dois de Julho (Campo Grande) – Foto viversalvador.

No tabuleiro da baiana tem!Que tal saborear o famoso acarajé?

Acarajé (Wikipedia)

Acarajé da baiana (Wikipedia)

Igrejas

Cidade de Salvador

Igreja do Bonfim – Salvador

Mais atrações:

Igreja do Bonfim

Lagoa do Abaeté – Itapuã

Dique do Tororó

Dique do Tororó

Forte de São Marcelo

Forte  São Marcelo

Farol de Itapuã

Farol de Itapuã

E muito mais!

Contagem regressiva para a Copa do Mundo 2014!!!

Itaipava Arena Fonte Nova (Foto: Wikipedia)

Itaipava Arena Fonte Nova (Foto: Wikipedia)

Vem pra cá você também!

Read Full Post »

Older Posts »